Vetado pela Comissão Atlética de Nevada de participar do UFC 207 – que acontece no dia 31 de dezembro, em Las Vegas – por questões médicas, o peso-pesado Cain Velásquez, ex-campeão da categoria, acabou desencadeando uma série de dores de cabeça para o UFC, que culminou com o chefão da empresa, Dana White, e o brasileiro Fabricio Werdum – que seria o adversário de Cain – trocando farpas sobre o ocorrido. Por conta da saída de Cain do card, UFC e Fabricio Werdum não chegaram a um consenso sobre quem poderia ser o seu substituto e portanto, o brasileiro também está fora do card do estrelado evento.

De acordo com Dana White, logo que ele soube que Cain Velásquez havia sido vetado da luta, o chefão do UFC teria ligado para Werdum, oferecendo ao brasileiro dois adversários: Junior Cigano ou Alistair Overeem. Ainda de acordo com Dana, Werdum teria rejeitado ambas as possibilidades.

Werdum recusou duas lutas. Uma delas foi contra o Junior Cigano. Werdum recusou. Há diferentes modos de se recusar uma luta. A pessoa pode dizer que não quer essa luta ou ela pode dizer que lutaria por US$ 800 mil, mais participações no PPV. Isso é recusar uma luta. Oferecemos a ele também uma luta contra o Overeem no Brooklyn, e ele negou. – declarou o mandatório do UFC, que se mostrou muito irritado com a postura do “Vai Cavalo”.

Logo após as declarações de Dana, Fabricio Werdum agiu rápido para se pronunciar. O brasileiro confirmou que fez o pedido de US$ 800 mil a Dana White, mas justificou que teria que mudar totalmente a sua estratégia de luta com menos de uma semana de preparação.

É verdade que eu pedi essa quantia, mais PPV para continuar no card. Afinal, como é que eu vou aceitar uma luta completamente diferente com menos de uma semana de preparação. Mas essa suposta luta com o Overeem não chegou até mim. Eu pedi um bônus para mudar a minha estratégia e me preparar melhor. Não estou passando fome para aceitar qualquer coisa que me ofereçam, ainda mais depois de me preparar durante três meses para essa luta. Não sou obrigado a aceitar. – defendeu-se Fabricio Werdum.

Foto: Dana White criticou Fabricio Werdum por recusar duas lutas oferecidas pela cúpula do UFC.

Dana White e Werdum se desentendem
Votar