Aldo pede cancelamento de contrato

José Aldo não gostou nada da notícia de que Conor McGregor e Eddie Alvarez se enfrentarão no duelo principal do UFC 205, em Nova York, pelo cinturão peso leve do UFC. Além de lutar para ser o campeão dos leves, o irlandês não precisará abdicar do cinturão linear dos penas, o que revoltou José Aldo. O brasileiro cornetou o presidente da organização, Dana White e diz que chegou ao seu limite com o UFC, pedindo que a empresa cancele o seu contrato, alegando não ter mais motivação a lutar pelo UFC.

Em entrevista ao tradicional site Combate, o brasileiro, campeão interino da categoria peso pena se mostrou revoltado com a decisão de Dana White, uma vez que ele havia sido prometido, mais de uma vez, a tão sonhada revanche com Conor McGregor, pela unificação dos cinturões da categoria.

Depois disso tudo, eu vejo que realmente não posso acreditar na palavra de Dana White. Não posso confiar no presidente do UFC. Quem está no comando do evento agora é o Conor McGregor. Como eu não estou aqui para ser empregado do McGregor, eu peço hoje, que por favor cancelem o meu contrato com o UFC. Depois de tudo o que aconteceu, não tenho mais motivação de lutar pelo UFC. – revoltou-se o manauense, que chegou a ficar 10 anos invicto antes de ser surpreendido por McGregor, na única luta entre os dois.

Dana White garantiu que depois de lutar com Álvarez, McGregor terá que, enfim, defender o cinturão dos penas, mas apesar da “promessa” do chefão do UFC, Aldo garantiu que perdeu de vez a confiança no presidente e reiterou a vontade de deixar a maior organização de MMA do mundo.

Eu não acredito mais em nada que o Dana fala. Não está nas mãos dele esta decisão, já que quem manda agora é o Conor. Quando eu quis subir de categoria para lutar contra o Pettis, ele me disse que eu teria que abdicar o meu cinturão para fazer isso. Já com ele, além de deixarem lutar, ainda deixam ele escolher qual luta quiser, como bem entender. Eu entendo que ele venda bem, mas passou dos limites, não é mais esporte, virou circo. Não quero briga com o UFC. Quero apenas seguir a minha vida e eles que sigam a deles. – desabafou o brasileiro, ex-campeão da categoria peso pena do UFC.

Foto: Detentor do cinturão interino dos penas, Aldo se revoltou com o UFC.

Aldo se revolta e pede que UFC cancele o seu contrato
Votar