Aldo se irrita com UFC

Horas após criticar muito o UFC e o presidente Dana White, após a confirmação do duelo entre Conor McGregor e Eddie Alvarez, pelo cinturão dos leves, o brasileiro José Aldo, campeão interino da categoria peso pena, subiu ainda mais o tom e disse estar de “saco cheio” do UFC. Sem motivação a lutar, o brasileiro garante que foi enganado por Dana e afirmou até estar se aposentando do esporte. Isso acontece depois de Dana White ter minimizado as declarações de Aldo, negando-se a liberar o brasileiro de seu contrato e garantindo que irá “encontrar algo” para o brasileiro, enquanto ele aguarda a tão sonhada revanche com McGregor.

Eu vi o que o Dana falou. Desde que eu perdi para o Conor, eles prometerão muitas coisas para mim. Desde então, veio o pensamento em mim que eu nem gostaria mais de lutar o MMA. Cheguei ao meu limite. O Dana falou que a luta estava fechada. O pessoal do UFC falou que a gente enfim conseguiu a luta com o Conor, que eu tinha que lutar com o Frankie Edgar para isso acontecer. Não estou de cabeça quente, não estou revoltado, nada disso. Estou muito tranquilo, quero apenas tomar novos rumos. Eu queria me aposentar como o campeão linear dos penas, mas infelizmente não será possível. Estou lá em cima, mas estou realmente de saco cheio de tudo. – afirmou, de maneira enigmática, o brasileiro de 30 anos.

Além de deixar no ar a ideia de aposentadoria, o brasileiro afirmou também que a sua decisão não pesa pelo lado financeiro, garantindo que não irá aceitar o que o UFC lhe oferecer.

Eu estava conversando com o Dedé (treinador). Se eles me oferecerem qualquer coisa, para mim não é questão de dinheiro. Eu não aguento mais. Estou de saco cheio. Cheguei ao meu limite. Se o Dana realmente gosta de mim e de minha família como ele falou, eu só peço que ele me libere do meu contrato. Não quero briga. Quero sair como entrei. O UFC nunca me deu nada. Foi tudo mérito meu. Dei muito mais a eles do que recebi em troca. Podem me oferecer milhões que eu não quero. Só quero sair. Desculpe a expressão, mas não sou p… para me vender. Sou homem. – completou José Aldo, em tom de despedida.

Foto: Irritado com postura do UFC, Aldo deixou no ar uma possível aposentadoria do MMA.

Aldo vai além e fala até em aposentadoria do MMA
Votar