Aldo-vence-Edgar-e-conquista-cinturao-interino

Dois dias depois de Rafael Dos Anjos ser surpreendido por Eddie Alvarez e perder o único cinturão remanescente do Brasil no UFC, José Aldo agiu rápido e recuperou o cinturão – mesmo que interino – para o país canarinho, que volta a ter um campeão na organização. Em duelo válido pelo Main Card do UFC 200, na T-Mobile Arena em Las Vegas, Aldo venceu o americano Frankie Edgar na decisão unânime dos jurados (49-46, 49-46 e 48-47).

Com a vitória, Aldo foi entregue o cinturão interino da categoria peso pena. O campeão linear segue sendo o polêmico irlandês Conor McGregor, que fará um duelo na categoria dos leves com o seu algoz Nate Diaz. Só depois disso é que o irlandês deverá fazer a revanche com Aldo pela unificação do cinturão dos penas.
Após vencer Edgar, Aldo tratou de agradecer a seu treinador, o lendário Dedé Pederneiras, a quem Aldo é muito ligado emocionalmente, chamando até de pai.

Não luto pelo UFC, luto pelo meu técnico. Ele é meu pai. Perdi meu pai mas ganhei ele. Eu não fiz nada, quem fez foi ele. – disse um emocionado Aldo, antes de abraçar Dedé.

Como não poderia deixar de ser, Aldo aproveitou também para provocar Conor McGregor, o seu algoz.

– Frankie é um grande adversário, tem um wrestling muito bom, eu respeito muito ele. Mas eu agora só tenho um objetivo: vencer este m…. – disse Aldo, se referindo a McGregor.

Foto: José Aldo superiu Frankie Edgar e conquistou o cinturão interino da categoria dos penas. (USA Today Sports)

Votar