Maior estrela do MMA feminino na atualidade, a brasileira Amanda Nunes deveria estar com motivos de sobra para comemorar. Afinal, a brasileira, além de ser a campeã da divisão dos galos do UFC feminino, conseguiu ainda a façanha de nocautear, de maneira quase relâmpago, a americana Ronda Rousey, considerada por muitos como a maior lutador de MMA feminino de todos os tempos.

Apesar disso, a brasileira garantiu que guarda certa mágoa pelo jeito que foi tratada pelo UFC antes de enfrentar Ronda Rousey. Amanda lembrou que a luta não foi promovida do jeito que imaginava e revelou chateação pelo fato de Ronda ser tratada como a grande estrela do evento.

O show foi feito para Ronda. Eu fiquei triste com isso. Se tivesse dividido toda a divulgação e promoção, seria melhor. O público também quer saber do lado da campeã. Eu era a campeã naquela noite. Eles fizeram de tudo para ela e nada para mim. Fiquei triste, não tive o retorno que merecia. Não fiz o Media Day, nada disso. Se ela não queria, o problema é dela. Eu não tive nem a opção de fazer. Eu ainda vou renovar o meu contrato com o UFC e espero que fique bem depois disso. – desabafou a brasileira, campeã da categoria peso galo da divisão feminina do Ultimate.

Foto: Amanda Nunes espera ser mais valorizada pelo UFC a partir de agora

Amanda Nunes revela que se sentiu desvalorizada pelo UFC
Votar