O ex-campeão do UFC Anderson Silva levou um grande susto nesta terça-feira. Após mais um dia de treinos na academia X-Gym, no Rio de Janeiro, o lutador sentiu fortes dores nas costas ao tentar se levantar e caiu no chão, se contorcendo de dor. Para piorar, não conseguia sentir as pernas – sensação que durou alguns minutos. Chorando de dor, ele foi colocado com cuidado em uma maca e levado até o Hospital Barra D’Or. No hospital, foi tratado pelo ortopedista Sérgio Gurgel, especialista em lesões na coluna e também pelo seu médico pessoal Marcio Tannure.
Apesar do susto, foi constatado que Anderson teve apenas uma crise de lombalgia aguda e os exames não apontaram nada de mais grave. O lutador passou a noite internado por precaução e foi liberado. Vale lembrar que o Spider tem um histórico de problemas na região lombar e, segundo os médicos, ele passará a semana descansando mas logo será liberado para voltar aos treinos. Portanto, Anderson não preocupa para o duelo diante de Nick Diaz, que acontecerá no dia 31 de janeiro, em Las Vegas.
Quem garante que tudo não passou de um susto é o médico pessoal de Spider, Marcio Tannure. Além de reiterar que esta lesão não vai afetar a volta de Anderson aos octógonos ele ainda descartou que isto mudará a rotina de treinos do ex-campeão.
– Foi um grande susto. Ele sentiu uma dor muito forte por causa da contratura. Dói muito, mas não vai mudar nada no treinamento. O problema que ele teve causa esta dor, mas não vai resultar no afastamento dele e nem no cancelamento da luta. – tranquilizou Tannure.
Tannure também descartou que esta crise esteja relacionada a lesão que Spider sofreu na luta diante de Weidman, quando acabou fraturando a perna esquerda.
– Anderson já sentia essas dores, não tem nada a ver com o procedimento cirúrgico que ele sofreu após a luta com Chris Weidman. – garantiu Tannure.

Anderson Silva passa mal e é internado no Rio, mas não preocupa para a luta
Votar