Finalmente, depois de tanta espera e tantas provocações prévias a maior luta, a chamada Luta do Século ocorreu no sábado, deixando o mundo inteiro paralisado. Tudo por ver como ia terminar a tão desejada luta. A semana passada toda, por todas as vias, ouviam-se comentários, brigas e ânsias para ver o que aconteceria na madrugada do domingo.

Para os entendidos no assunto, não foi surpresa nenhuma que o Floyd “Money” Mayweather saísse vencedor no enfrentamento contra o Conor “Notorious” McGregor. Porém, as chances para o irlandês também eram interessantes. Só que ocorreu o que muitos esperavam. As habilidades e a experiência, e muito boa, no ringue de boxe do americano foram bem mais fortes do que a juventude e as forças físicas do McGregor.

Com o resultado da luta do sábado, o Mayweather levou mais um troféu para a sua casa. E vários milhões de dólares também. Totalizando assim a sua vitória número 50. Sendo cinquenta vitórias obtidas em cinquenta lutas, outorgando-lhe a possibilidade de se aposentar invicto. Que maior prazer do que esse pode sentir um esportista do nível do May? Além de ficar com o sabor a “vingança” diante do irlandês, que tinha começado muito bem a luta, mas não conseguiu resistir.

Mesmo que tivesse podido acontecer o contrário, o americano não se conformou. Ele foi à luta com uma determinação impressionante para conseguir o seu objetivo: derrubar o McGregor e mostrar ao mundo inteiro quem é o Money. Nos primeiros rounds, o americano ainda não tinha marcado presença, porém, a partir do quarto round a história foi outra. E, assim, no décimo assalto, a 1m05s, o americano venceu por nocaute técnico.

Quem achava que o Mayweather não se encontraria em boas condições, pelo fato de ter ficado dois anos sem lutar, enganou-se. Com uma estratégia incomparável no quadrilátero, ele soube estudar o irlandês, fazendo com ele ficasse cansado. Mesmo sendo mais novo, tendo mais força e sendo de maior tamanho. E aí foi de muita relevância a inteligência do americano. Ele deixou o McGregor dar todos os golpes possíveis no começo, para acabar ficando sem forças, aos poucos. Momento no qual, o americano se aproveitou da circunstância e tirou muita vantagem. Tanta que foi a que lhe deu a vitória.

Os primeiros rounds foram muito bons para o Mc. Ele foi convencido de que queria mostrar a sua seriedade e compromisso com a luta. E isso foi evidente, ele tentou de todas maneiras derrubar o May, chegando até encurralar o americano. Mas ele também teve dois momentos nos que segurou o Floyd pela cintura, o que fez com que o árbitro chamasse a sua atenção e ele tivesse que parar com essa técnica. Sendo, advertido também por alguns golpes na nuca. Entretanto que o Mayweather mantinha a calma, não se deixando levar por emoções, mas pensando estrategicamente o decorrer do enfrentamento.

A luta terminou no décimo round, após o árbitro interromper o combate por nocaute técnico. Para essa altura do enfrentamento, o objetivo do irlandês era “sobreviver” e alongar a luta para, talvez, conseguir a vitória. Mas o americano não lhe deu oportunidade. Ele deu muitos ataques, fez alguns golpes precisos em momento e em força, até chegar à grande vitória.

Após tantas especulações, o Money mostrou quem manda no ringue
Votar