A luta principal do UFC Oklahoma, colocou frente a frente dois dos mais promissores nomes da categoria dos leves do Ultimate. Apesar disso, não foi o empolgante duelo entre Kevin Lee e Michael Chiesa que chamou a atenção do público e sim a polêmica arbitragem de Mário Yamasaki. Nos segundos finais do primeiro round, Lee tinha um mata-leão encaixado pra cima de Chiesa, mas em momento algum bateu ou apagou. Yamasaki, no entanto, alegou que Chiesa não estava se defendendo e optou por encerrar a luta, dando a vitória a Lee, por finalização. A decisão revoltou Chiesa, que saiu do octógono indignado e frustrou também a torcida presente em Oklahoma, que vaiou demais o árbitro brasileiro.

O Main Event em Oklahoma era cercado de expectativas, uma vez que Kevin Lee vinha de quatro vitórias seguidas e Michael Chiesa, de três triunfos consecutivos. O primeiro e único round do duelo foi empolgante. Os dois trocaram alguns golpes em pé e alternaram momentos de queda. Chiesa derrubou Lee, mas não tomou vantagem no chão. Já Lee respondeu na mesma moeda e foi mais efetivo no chão. Faltando cerca de 30 segundos para o final do assalto, Lee encaixou um mata-leão em Chiesa. Apesar de parecer estar em dificuldades, Chiesa não bateu e muito menos apagou. Mesmo assim, Mário Yamasaki optou por interromper o duelo, dando a controversa vitória a Lee, por finalização.

Visivelmente irritado com a má arbitragem do brasileiro, Michael Chiesa gesticulou muito e parecia não acreditar no que havia acontecido. Apesar disso, ele optou por não se alongar no assunto, quando ainda no octógono, pediu uma revanche com Kevin Lee.

Eu estava me defendendo, tentando tirar o braço dele, com o cotovelo por baixo. Mas eu não vou falar nada do juiz. Agora Kevin, eu vou vê-lo em dezembro, em Detroit. – disse Chiesa, na saída do octógono.

Michael Chiesa detona Mário Yamasaki após erro em Oklahoma

Inconformado, Michael Chiesa reclamou muito da decisão do árbitro e garantiu que não perdoa Yamasaki pelo erro.

Mario Yamasaki deveria se esconder. Ele deveria colocar a cabeça em um buraco e nunca mais arbitrar qualquer evento profissional de MMA. Ele realmente não devia arbitrar nunca mais. Ele deveria começar a estudar mais as regras ao invés de ficar fazendo coraçãozinho para a câmera. Ele já tem uma reputação ruim. Eu não estou desapontado comigo mesmo, porque ele roubou uma oportunidade minha, roubou meus fãs e roubou o Kevin, que terá uma vitória cercada de controvérsia. – disse um revoltado Michael Chiesa para a emissora americana Fox Sports.

O americano foi além, garantindo que recorrerá junto à Comissão Atlética de Nevada para tentar anular a derrota, mas já planeja uma revanche com Kevin Lee, em dezembro deste ano.

Yamasaki, você me roubou. Eu e minha equipe vamos recorrer à Comissão Atlética. Vamos fazer o que pudermos para que isso seja revogado. Vou querer uma revanche. Vou lutar com Lee em dezembro, em Detroit. – finalizou Michael Chiesa.

Dana White detona Mário Yamasaki em rede social

MIchael Chiesa detonou Mário Yamasaki

Não foi só Michael Chiesa que ficou indignado com a polêmica interrupção de Mario Yamasaki em sua luta diante de Kevin Lee, pelo Main Event do UFC Oklahoma, disputado no último final de semana. No duelo entre os americanos, Lee encaixou um mata-leão diante de Chiesa, que não bateu e nem apagou, mas Yamasaki optou por interromper o duelo, alegando que Chiesa não estava se defendendo, dando a vitória a Lee, por finalização.

Logo após a luta, Michael Chiesa ficou muito irritado com Mario Yamasaki, detonando a arbitragem do brasileiro e chegou a pedir para que Yamasaki não voltasse a arbitrar pelo UFC. Quem concordou com seu lutador foi Dana White, que fez uma postagem no seu Instagram detonando a polêmica arbitragem de Yamasaki em Oklahoma. Dana chegou a comparar o brasileiro com o polêmico Steve Mazzagatti, considerado por muitos como o pior árbitro da história do MMA.

Mário Mazzagatti fez isso de novo!!! Esse cara está mais preocupado com essa idiotice de fazer coraçãozinho do que em arbitrar a luta!!! Roubou um excelente momento do Lee e ainda impediu que Mike lutasse ou batesse. Ninguém dá a mínima se você faz um coraçãozinho com suas mãos, igual a uma garota de 12 anos. As pessoas querem que você preste atenção no que está acontecendo na luta e faça o seu trabalho – escreveu Dana White.

Foto: MIchael Chiesa detonou Mário Yamasaki após erro do brasileiro em Oklahoma. (USA Today Sports)

Arbitragem polêmica rouba a cena em vitória de Lee sobre Chiesa
Votar