As artes marciais vêm ganhando cada vez mais espaço no Brasil, mas não unicamente como esporte, em torneios de lutas nos quais são outorgadas premiações e reconhecimentos. Mas no cotidiano, pois são muitas as pessoas que optam por utilizar algum tipo de arte marcial para autodefesa. Há algumas delas que são específicas para isso e podem chegar a ser utilizadas com esses fins.

A seguir, veremos um pequeno guia para saber quais os tipos de luta que têm a característica de servir para defesa pessoal.

Kickboxing

Dentro do Kickboxing existem diferentes estilos, com algumas variações na sua prática, mas o mais popular é o Muay Thai. Expressão que tem significado de “arte dos oito membros”. O objetivo deste é tentar confundir o atacante, para que ele não possa sair vitorioso. E, para isso, utiliza como meio de defesa o seu próprio corpo e as suas forças. Mãos, pés, joelhos, cotovelos e cabeça são as áreas do corpo que mais servem neste tipo de luta.

O principal para poder praticar o Kickboxing é a rapidez no praticante, para que o chute seja executado no momento indicado, pelo que não são úteis os movimentos com dúvida ou sem a força necessária. Por isso, se o chute for de maneira correta, ele poderá até fazer com que o atacante desista mesmo, por causa das consequências.

Karatê

O Karatê é uma arte marcial de origem chinesa e japonesa e mistura características de técnicas de ambos países. Historicamente chegou a ser utilizado como disciplina guerreira.

Baseia-se no uso dos membros superiores e inferiores, pelo que a sua prioridade é ter movimentos rápidos de mãos, braços e pernas, para aplicar golpes muito simples, como por exemplo, o pontapé.

A palavra que lhe dá nome vem do japonês e significa “mão vazia”, pelo que não utiliza nenhum tipo de arma nem de complemento. Um dos usos mais comuns, nos dias de hoje, desta arte marcial é para autodefesa, mas também é utilizado como esporte e método de aperfeiçoamento do caráter. Já no esporte, há duas modalidades de Karatê que são avaliadas. Uma é o Karatê Kata e a outra é o Karatê Kumite.

Krav Maga

Diferentemente de todas as artes marciais, o Krav Maga é um sistema de autodefesa inventado pelo judeu Imi Lichtenfeld, originariamente como defesa dos judeus dos ataques nazistas. E depois foi adotado pelas forças de Defesa do Israel.

Caracteriza-se por ser um combate corpo a corpo, para o que é imprescindível um contra-ataque rápido e técnica ofensiva. Todas as artes marciais precisam de bastante tempo de prática e treinamento para serem aprendidas e usadas corretamente. O que não acontece com o Krav Maga, pois o seu inventor tinha o objetivo de que a disciplina fosse facilmente levada à prática por pessoas de diferentes idades, homens e mulheres.

O encarregado de trazer o Krav Maga para o Brasil foi Kobi Lichtenstein, um dos alunos de Imi Lichtenfeld que começou os treinamentos sendo ainda criança. Isso foi em 1990 sendo apenas praticado como mais um esporte. Mas, acredita-se que a força que atualmente tem é devido ao fato da população se encontrar com atos de violência todo dia.

Taekwondo

O Taekwondo é uma arte marcial coreana, mas que foi se expandindo pelo mundo todo. Principalmente, utiliza as pernas, como meio para executar os golpes. Para o que é preciso ter agilidade e força no corpo.

A técnica básica desta disciplina é a aplicação de chutes acima da cintura e também na cabeça do rival. Esta arte marcial não é utilizada unicamente como esporte nem como um meio de autodefesa, mas também para desenvolver o equilíbrio e aumentar a capacidade de concentração.

Jiu-Jitsu

O Jiu-Jitsu é uma arte marcial que vem do Japão, a qual utiliza diferentes técnicas para conseguir derrubar o oponente. Mas difere um pouco de outras disciplinas nas que é aplicada muita força e mais violência.

Como a etimologia mesma do nome o indica, esta disciplina quer dizer “arte da suavidade” ou “técnica da brandura”. O que pode ser observado na prática do esporte, pois está baseado em uma filosofia de equilíbrio e controle total do corpo.

Em seu início, era utilizada nas guerras, onde os guerreiros usavam a força dando golpes nas articulações, faziam estrangulamentos, torções e imobilizações no adversário.

Artes marciais para autodefesa
Votar