Desde os começos do UFC até a atualidade, a quantidade total de lutas ocorridas é muito grande. E, como é de se esperar, mesmo sendo todas importantes e havendo excelentes lutadores, há algumas que ficarão na memória de todos os seguidores das artes marciais. Realmente são muitas as lutas destacadas das quais até os especialistas mais experientes na área têm ficado surpresos.

Mesmo sendo muito difícil separar as lutas pela sua relevância e nível, trazemos hoje uma lista com as dez melhores lutas até o momento. As quais, com certeza, marcaram a história do UFC.

Forrest Griffin vs Stephan Bonnar (TUF 1)

Essa foi a luta mais importante da história do UFC e ocorreu no dia 9 de abril de 2005. A história é muito conhecida, pois foi uma luta para não esquecer. O UFC estava a ponto de decretar falência em 2004 quando decidiu fazer um reality show, em parceria com o canal Spike TV, para mostrar um pouco da vida dos lutadores e assim chamar potenciais fãs. Indo para o ar, no período compreendido entre janeiro e abril de 2005.

A audiência foi boa, mas também não foi como os organizadores esperavam, a ponto de salvar o futuro da organização. Na verdade, o que terminou dando vida foi o ocorrido no dia 9, no que foi o The Ultimate Fighter Finale. Mesmo que o evento tenha tido lutadores muito populares, como Ken Shamrock e Rich Franklin, isso não foi determinante. O que mudou o destino do MMA foi o enfrentamento entre Forrest Griffin e Stephan Bonnar, pela categoria meio-pesado. Foi tão forte e os lutadores começaram a dar pancadas como se fosse a última coisa a acontecer no mundo que a audiência foi cada vez maior.

Isso tudo fez com que, finalmente, o UFC continuasse no caminho da evolução e o progresso.

Royce Gracie vs “todos” (UFC 1, UFC 2, UFC 3, UFC 4 E UFC 5)

No UFC 1, Royce Gracie, por mais que era muito mais leve do que os outros participantes, venceu todos os confrontos, por finalização, lutando três vezes na mesma noite.

No UFC 2 havia 16 participantes e Royce mais uma vez foi o campeão, nessa oportunidade, com quatro vitórias por finalizações. No UFC 3, ele enfrentou Kimo, bem mais pesado e que lhe deu golpes muito fortes, mas o Royce finalmente ganhou com uma chave de braço invertida. Depois dessa verdadeira guerra, ele teve que parar no torneio, pois não resistiu mais. Voltando depois no UFC 4.

No 4, também foi um excelente lutador, enfrentando adversários fortes e complicados, vencendo a todos. No último enfrentamento dessa vez, finalizou com um triângulo, derrotando Dan Severn. O que fez com que todo mundo, até o rival, ficasse muito impressionado, pois não era muito provável que Royce pudesse ganhar. Mas ele o conseguiu.

Depois dessa grande vitória, ele ainda enfrentou Ken Shamrock, no UFC 5, lutando por meia hora. Nessa ocasião, a luta terminou em empate, o que causou muita raiva para ele. Pois não concordava com novas regras de luta implementadas, justamente por motivo da luta do UFC 4 ter sido muito violenta. Pelo que decidiu não lutar mais, abandonando completamente o UFC, porque não queria lutar sob essas novas condições.

Tito Ortiz vs Ken Shamrock (UFC 40, UFC 61 e UFC – Capítulo Final)

Tito Ortiz e Ken Shamrock foram os protagonistas de uma das maiores rivalidades do MMA. Lutaram 3 vezes no UFC, sendo Tito o ganhador dos 3 enfrentamentos.

Ortiz teve sua última grande apresentação na luta que foi chamada de “Ortiz vs Shamrock: The Final Chapter. Depois dessa luta, disputou o cinturão contra Chuck Liddell e foi nocauteado no segundo round; desde então, teve uma série de derrotas, vencendo unicamente uma luta antes de finalizar a sua carreira.

John McCain vs UFC (a disputa entre o UFC e principal senador opositor ao MMA)

O UFC 9 foi muito controverso, pois alguns dias antes de ocorrer, o senador John McCain estava gerando pressão política, criticando a publicidade do UFC. Por esse motivo, os oficiais do estado de Michigan decretaram que o evento devia ser cancelado. Finalmente, o evento ocorreu, mas com algumas mudanças nas regras de desenvolvimento. Chegaram ao acordo de que os socos com a mão fechada não seriam aceitos. Os lutadores foram informados sobre a decisão tomada, mas eles não responderam a esses requisitos, ignoraram o acordado, sem receber nenhum tipo de consequências.

Chuck Liddell vs Tito Ortiz (UFC 66)

Eles se enfrentaram em duas ocasiões diferentes e, em ambas, o vencedor por nocaute foi o Liddell. Porém, o destaque é para o segundo encontro, no ano de 2006 (UFC 66) quando se enfrentaram pelo cinturão dos meio-pesados do UFC.

Brock Lesnar vs Frank Mir (UFC 100)

Lesnar não chegou muito confiado a esse enfrentamento, por causa de ter sido um atleta de Pro-Wrestling (telecacth). Além disso, o Mir não aceitava isso, argumentando que o rival não era um verdadeiro lutador. Mir chegou a ter o Cinturão Interino dos Pesos Pesados, porém, o Lesnar o conseguiu depois. Com o que foi montado o card principal em defesa desse cinturão. A rivalidade foi aumentada não só por causa do cinturão mesmo, mas porque Lesnar tinha sede de vingança.

O resultado do UFC 100 foi a conquista do título dos pesos pesados por parte de Lesnar, massacrando Mir.

Chuck Liddell vs Randy Couture (UFC 43, UFC 52 e UFC 57)

Randy “The Natural” Couture vs Chuck “The Iceman” Liddell foi um misto trilogia de artes marciais. As três lutas tiveram final por nocaute. No UFC 43, Couture venceu por nocaute técnico em 2m40s do terceiro round. No UFC 52, Liddell também venceu por nocaute em 2m06s do primeiro round. E, no UFC 57, Liddell voltou a obter o título, por nocaute em 1m28s no segundo round.

Chris Leben vs Josh Koscheck (TUF 1)

As polêmicas entre os participantes da primeira edição do TUF dos EUA fizeram com que o reality show crescesse muito. Depois de 5 episódios de muita hostilidade entre Koscheck e Leben, os dois foram convocados para lutar no episódio 6 do programa. Terminou ganhando o Koscheck.

Rampage Jackson vs Chuck Liddell (UFC 71)

Este enfrentamento ocorreu no ano de 2007, época na que os lutadores do Pride, comprado pelo UFC, estavam fazendo uma transição para o Ultimate.

Rampage nocauteou Eastman e depois conquistou o cinturão dos meio-pesados nocauteando Chuck Liddell.

Frank Shamrock vs Tito Ortiz (UFC 22)

Esta oportunidade se tornou na quarta defesa de cinturão com sucesso de Shamrock, sendo o maior dos meio-pesados do UFC no período compreendido entre dezembro de 1997 e novembro de 1999.

As melhores 10 lutas do UFC
Votar