O que é o Boxe?

O Boxe é um disciplina de combate que consiste na colocação de dois lutadores para se enfrentar e obter assim um deles o título de melhor boxeur. É uma arte marcial agressiva que utiliza unicamente os punhos, na hora do enfrentamento. Sejam eles para defender ou para atacar. O nome deriva do termo em inglês to box ou pugilismo, o que significa bater com os punhos.

Como surgiu?

A história conta que a existência do pugilismo tem muito tempo, tanto que há registros dele desde o ano 3000 a.C., no Egito. Mas, foi recém no século 7, na Grécia Antiga, que esta modalidade de arte marcial começou a se tornar um esporte, aos poucos. Por mais que chegou a ser incorporado nas Olimpíadas gregas, o boxe desapareceu depois, devido a que os lutadores unicamente protegiam as mãos com pedaços de couro.

Na época do Império Romano, este tipo de luta adquiriu características um pouco diferentes, deixando de ser um esporte propriamente dito. Já que passou a ser protagonizado pelos gladiadores, os quais fizeram com que a modalidade tenha ficado bem mais violenta, pois recheavam as luvas com metal. Isso, na maioria das vezes, causava a morte de um dos lutadores. Mesmo que pareça uma prática muito perigosa, permaneceu por bastante tempo. Só foi terminar com a queda do Império Romano.

Como foi a sua evolução?

Depois de ter desaparecido por algum tempo, reapareceu no século XVII, na Inglaterra. Neste momento, o boxe começou uma etapa de ressurgimento, sofrendo alterações, pois os lutadores passaram a lutar por dinheiro. O que, evidentemente, levou à criação de novas técnicas, como por exemplo a introdução do jogo de pernas e o jogo ofensivo, atraindo assim novos praticantes. Por causa da cada vez maior adesão de seguidores, foi preciso regulamentar o esporte, também para que ficasse menos violento. Algumas dessas regras foram:

A luta devia ser dentro de um ringue de cordas.
Os lutadores deviam ser divididos em categorias, dependendo do peso.
Deviam ser utilizadas luvas durante toda a luta.
O público devia ficar separado dos esportistas.
Tinha que ser usada alguma proteção nos dentes.

Em 1880, começaram a ser organizadas competições amadoras, com categorias como Peso Galo (atpe 54kg), Peso Pena (até 57kg), Peso Leve (até 63,5kg), Peso Médio (até 73kg) e Peso Pesado (sem limite). Já com essas características, o boxe foi tomando forma de esporte, com regras fixas, fazendo o público crescer muito.

Já no início do século XX, o boxe era um esporte muito conhecido na Europa toda, motivo pelo qual ganhou a inclusão nos Jogos Olímpicos de Saint Louis, em 1904. Sendo levado para o mundo inteiro. Esse, com certeza, foi um momento essencial que serviu de meio para o lançamento dele em países que ainda não tinha entrado. Para essas ocasiões de torneios importantes, foram exigidos mais requisitos para a prática do boxe, com o objetivo de garantir a segurança dos participantes. Por exemplo, a obrigatoriedade do uso do capacete.

Daí para a frente, o esporte só viu crescimento do seu lado, formando grandes esportistas, nomes dos quais ficarão para sempre na memória dos adeptos.

Como chegou ao Brasil?

O boxe chegou ao Brasil da mão dos emigrantes alemães e italianos, no final do século XIX e inícios do século XX. Os primeiros confrontos ocorreram em Santos e Rio de Janeiro, principalmente entre marinheiros europeus. Por mais que a modalidade iniciou uma expansão por todo o país, ganhando vários atletas de renome, a difusão foi lenta. Foi a partir dos anos 60 que teve um período de força, graças ao lutador Éder Jofre, quem foi campeão mundial em 1961 e 1973.

Alguns anos depois, um lutador que também teve a sua função na difusão do esporte foi Adilson Maguila Rodrigues, sendo campeão sul-americano em 1989. Além de ter ficado segundo no ranking do Conselho Mundial de Boxe (CBM). Para os anos 90, uma nova estrela brasileira foi Acelino de Freitas (Popó), sendo campeão mundial, em 1999, pela Organização Mundial de Boxe (OBM), derrotando o russo Anatoly Alexandrov.

Quais as diferentes categorias?

Atualmente, existem 10 categorias de boxe masculino e três de boxe feminino.

Boxe masculino:

Mosca-ligeiro (até 49kg)
Mosca (até 52kg)
Galo (até 56kg)
Leve (até 60kg)
Médio-ligeiro (até 64kg)
Meio-médio (até 69kg)
Médio (até 75kg)
Meio-pesado (até 81kg)
Pesado (até 91kg)
Super-pesado (acima de 91kg)

Boxe feminino:

Mosca (até 51kg)
Leve (até 60kg)
Meio-pesado (até 81kg)

Termos do boxe

– Clinche: quando os lutadores estão segurados ou apoiados um no outro, mas sem bater.
– Cruzado: golpe lateral de curta distância.
– Direto: golpe com mais potência feito com a mão que fica atrás, na guarda.
– Esquiva: fugir dos golpes do oponente.
– Gancho: golpe na cintura do oponente.
– Guarda: posição inicial do combate que consiste em deixar uma perna um pouco para a frente e as mãos levantadas na altura do rosto.
– Jab: golpe curto com a mão que fica à frente da base.
– Knockdown: ocorre quando um dos pugilistas cai com o soco do adversário.
– Nocaute: golpe que define o combate, dando a vitória para quem o aplicou.
– Sparring: pugilista que ajuda no treino de outro.
– Swing: golpe de cima para baixo, lateralmente, visando o rosto do adversário.
– Uppercut: golpe de baixo para cima, visando o queixo ou a área dos rins.

Alguns dados interessantes

As luvas tem um peço que varia de 225 a 280 gramas.
As lutas estão formadas por 12 assaltos de três minutos cada um deles. Já nos Jogos Olímpicos, são disputados unicamente três rounds de três minutos cada um.
O jurado possui cinco integrantes.
O saco para treinamento pesa entre 40 e 50 quilos e está feito de couro com recheio de serragem. E a pushing ball pesa entre 300 e 500 gramas.
Ao contrário do que muitos pensam, o uso de luvas não foi projetado para proteger a cabeça do adversário, mas as mãos do próprio lutador.

Conhecendo o Boxe
Votar