Cruz-controla-Faber-e-vence-com-tranquilidade

Arquirrivais durante cerca de uma década e com uma vitória para cada lado no confronto, Dominick Cruz e Urijah Faber tiveram, enfim, a chance de desempatar a rivalidade. Com o cinturão dos galos em jogo, o atual campeão Cruz levou a melhor sobre o velho desafeto, vencendo com tranquilidade, na decisão unânime dos jurados. (50-45, 50-45 e 49-46).

Bem ao seu estilo, Cruz dominou a luta, medindo a distância e acertando golpes precisos quando era preciso. Faber até tentava, mas não conseguia encontrar o rival, que se movimentava de maneira exemplar no octógono, mostrando estar completamente recuperado de lesões crônicas que o atrapalharam nos últimos anos.

Eu estou bem. Faber é um cara duro, mas não me surpreendeu. Ele não é um campeão. Não há desculpas. Todos aqui nesta categoria são caras duros, e cada luta é uma guerra. Poucos sabem o que passei nestes três anos que fiquei afastado. Isso é o que eu gosto de fazer, estar aqui e lutar. – disse o campeão dos galos, aproveitando também para alfinetar o desafeto Faber.

Por outro lado, Faber elogiou Cruz, admitiu que o rival foi superior, mas tratou também de dar uma leve alfinetada no rival.

– Cruz é um grande lutador. Ele não tem mãos pesadas como o Cody Garbrandt, mas fez uma luta perfeita. Ele me surpreendeu com golpes duros no começo e usou bem o wrestling. Não posso falar nada. – admitiu o desafiante, chateado com mais uma derrota em disputa de cinturão.

Faber aproveitou também para deixar no ar a possibilidade de se aposentar do MMA. Com 37 anos de idade, o americano foi derrotado pela quarta vez em lutas valendo o cinturão da organização.

Eu preciso ir para casa e descansar. Preciso pensar na minha carreira. Já me envolvi demais em tudo isso. Fiquem de olho nos meus companheiros de equipe. – completou um enigmático Faber, deixando no ar a possibilidade de pendurar as luvas.

Foto: Dominick Cruz venceu Urijah Faber e reteve o cinturão dos galos.

Cruz controla Faber e vence com tranquilidade
Votar