Como era de se esperar, Dana White está muito frustrado com mais um caso de doping do astro Jon Jones, que testou positivo na véspera da vitória sobre Daniel Cormier e agora vive um futuro incerto no esporte. O chefão do UFC recebeu a imprensa americana nesta terça-feira para falar sobre o caso e não escondeu sua frustração com mais um deslize de Jones, considerado um dos maiores astros da história da franquia, mas que não consegue fugir de polêmicas.

É algo brutal. É inacreditável. Eu me sinto da mesma forma que cada um de vocês se sentiu, ao ouvir a notícia. Se isso realmente se confirmar e ele pegar alguns anos de suspensão, pode ser o fim da carreira de Jon Jones. Como falaremos de seu legado então? Provavelmente se trata do fim de sua carreira. – disse um desolado Dana White.

O presidente do Ultimate surpreendeu ainda ao confidenciar que já estava planejando uma super-luta entre Jon Jones e Stipe Miocic, pelo cinturão dos pesados da organização.

Nós estávamos falando de Jones lutar nos pesados, contra o Miocic, no UFC 218, em dezembro. – falou o mandatório.

Apesar de mostrar toda a sua frustração e decepção com o pupilo, Dana White ainda não confirmou que Jon Jones perderá de fato o cinturão dos meio-pesados.

Não vou confirmar nada até que tudo esteja definido. Vamos ver o que vai acontecer. É inacreditável. Mas eu ainda não tirei o cinturão. Ele vai ter que passar pelo processo com a USADA e a Comissão Atlética e depois vamos decidir. – completou Dana White.

Agente sai em defesa de Jones e diz que estará sempre ao seu lado

Jones

A internet “explodiu” no início desta semana, com a notícia de que Jon Jones havia sido pego no doping mais uma vez. Memes e críticas ao campeão dos meio-pesados tomaram conta da internet, mas ainda há aqueles que estejam do lado de Jones, que acreditam no campeão. Este é o caso de Malki Kawa, agente de Bones, que foi ao Instagram publicar uma mensagem de apoio ao seu cliente e amigo.

A quantidade de ódio que as pessoas têm contra o Jon Jones vai além da minha compreensão. Recebi muitas mensagens dizendo para largá-lo e isso mostra o quão baixa está a sociedade. Eu vou ficar ao lado do Bones. É muita estupidez pensar que eu o iria largar, sendo que somos irmãos. Eu sei o quão difícil foi para ele retomar o cinturão. É muito doloroso. Definitivamente ele não trapaceou, não usou esteroides. Eu estou junto a ele agora, mais até do que quando foi campeão. Estar lá nos bons momentos, qualquer um faria. Quem estará com ele agora nos momentos ruins? Escolha os seus amigos, esposas/maridos e confidentes íntimos com base em coisas reais. Não sei porque isto está acontecendo com ele novamente, mas estamos juntos até o final. Para aqueles que apoiam o meu irmão, o meu muito obrigado. Aqueles que estão dizendo para eu largá-lo, você não está me fazendo nenhum favor dizendo isso. Você não é meu amigo e nem minha família então um grande f***-se para você e seu apoio. – escreveu Malki Kawa.

Jon Jones foi pego no exame antidoping um dia antes de derrotar Daniel Cormier e reconquistar o cinturão dos meio-pesados do UFC, no UFC 214. Agora, o seu futuro é incerto. O campeão deve perder o seu cinturão e pode ser suspenso por até quatro anos, por se tratar de um reincidente.

Dana revela que já planejava duelo entre Jones e Miocic
Votar