Demetrious Johnson vem a cada luta mostrando porque é o melhor peso mosca da história das artes marciais mistas. Neste final de semana, em Las Vegas, o americano conseguiu a incrível marca de defender o seu cinturão com sucesso pela 11ª vez consecutiva, quebrando assim a marca do lendário Anderson Silva, considerado por muitos como o maior de todos os tempos. O adversário da vez foi o compatriota Ray Borg, que foi finalizado por Johnson no finalzinho do quinto round do Co-Main Event do UFC 216, que aconteceu na T-Mobile Arena, em Las Vegas.

É ótimo ultrapassar Anderson Silva. Agora eu estou sozinho na liderança e é sensacional saber isso. Este é o meu legado. Eu não estou aqui para levar pancada. Quero mostrar que posso dar um show e foi isso que eu fiz. – disse Johnson, após finalizar Borg com uma chave de braço.

Apesar de viver grande fase no UFC e já ter colocado o seu nome junto a alguns dos maiores da história, o americano segue sendo subestimado pelos fãs e até pela própria organização. Prova disso é que ele recebeu apenas o terceiro maior salário do evento. Johnson recebeu US$ 370 mil para vencer Borg, menos do que ganharam Ferguson (US$ 500 mil) e Werdum (US$ 400 mil).

O próprio Demetrious Johnson admitiu que aumentar o seu salário é agora uma de suas metas para as próximas lutas que fará no Ultimate.

Falta eu ganhar mais dígitos. 1 milhão de dólares não seria nada mal. Quem sabe até 2 milhões? Se eu conseguir, seria ótimo. – finalizou o campeão.

Acompanhe seu esporte preferido e ganhe!

Demetrious Johnson finaliza Ray Borg e quebra recorde no UFC
Votar