Demorou, mas enfim a chance apareceu. Demian Maia receberá a chance de disputar o cinturão dos meio-médios do UFC. A confirmação foi feita por Dana White logo após o brasileiro superar Jorge Masvidal no UFC 211, garantindo a sua sétima vitória consecutiva na organização. A luta, que aconteceu em Dallas, no Texas, foi uma das mais difíceis que o brasileiro fez recentemente. Masvidal deu trabalho, mas o brasileiro acabou superando o americano na decisão dividida dos jurados, com parciais de 29-28, 28-29 e 29-28.

Considerado por muitos como o melhor lutador de jiu-jitsu no UFC, Demian Maia teve mais dificuldades do que esperava para derrubar Jorge Masvidal. Apesar disso, o brasileiro dominou o primeiro round, colocando o americano para baixo. Masvidal cresceu no segundo round e deixou o brasileiro em apuros, com bons golpes. Precisando vencer o último round, Maia foi cauteloso e esperou o momento certo para conseguir derrubar o americano. No chão, o brasileiro controlou Masvidal, que se defendia bem e não dava chances para o brasileiro encaixar o mata-leão.

Logo depois do alívio de ter sido declarado o vencedor do tenso duelo em Dallas, o brasileiro confirmou, logo em sua entrevista coletiva pós-luta, que Dana garantiu que ele seria o próximo desafiante ao cinturão dos meio-médios, que atualmente pertence a Tyron Woodley.

Eu disse ao Dana que sou o brasileiro com mais vitórias no UFC, falei que vinha de sete vitórias seguidas e merecia o título. Ele me respondeu apenas com: “É seu”. Queria agradecer ao UFC pela oportunidade, que finalmente chegou. – disse o jiu-jiteiro.

Foto: Demian Maia superou Jorge Masdival por decisão dividida no Texas. (AGIF)

Demian supera Masvidal e lutará pelo cinturão
Votar