Na luta principal do UFC Halifax, disputado no último final de semana na cidade canadense, o americano Derrick Lewis confirmou sua grande fase ao conquistar o seu sexto triunfo consecutivo, com um nocaute diante do compatriota Travis Browne. A coisa parecia estar ficando feia para Lewis quando ele levou um forte chute na linha de cintura e parecia que ele estava entregue. O americano, no entanto, mostrou poder de recuperação e impressionou ao nocautear Browne já no segundo assalto da luta.

Extasiado, Lewis deitou ao chão logo após nocautear Browne, mostrando que estava mesmo convivendo com fortes dores. Já Travis Browne – namorado de Ronda Rousey – perdeu pela terceira vez consecutiva no UFC.

O problema não foi tanto nas costelas, mas sim problemas intestinais. Ele falou muito, mas não conseguiu colocar as mãos em mim. Os últimos dois meses foram muito cansativos para mim, pretendo tirar um descanso de três meses sem lutar. – disse Lewis, ainda no octógono.

Esta foi a sexta vitória seguida de Derrick Lewis na categoria dos pesados do UFC. Ex-campeão do Legacy FC, o americano conta com 17 vitórias e apenas quatro derrotas em seu cartel. Já Travis Browne, que mais tem aparecido nos noticiários por conta de seu relacionamento com Ronda Rousey do que por sua performance dentro do octógono, continua em péssima fase, amargando o terceiro revés consecutivo. Ele sofreu a quinta derrota em 24 lutas na carreira.

Derrick Lewis revela problemas intestinais durante a luta

Um problema um tanto quanto peculiar acabou tirando a concentração de Derrick Lewis em sua vitória por nocaute diante do compatriota Travis Browne. Lewis passou parte da luta sempre com a mão na barriga e todos achavam que se tratava de uma lesão no quadril, após receber um chute no local, ainda no primeiro round do duelo. Diferentemente do que achava a opinião pública, os motivos para isso foram completamente diferentes. Esbanjando sinceridade, Lewis não teve vergonha de compartilhar com todos o que estava acontecendo: ele estava com problemas intestinais.

Na verdade, eu estava é tentando não me cagar em rede nacional. Eu estava com problemas intestinais. Estava tentado respirar fundo, porque eu não queria que isso acontecesse. Acontece com todo mundo, mas no mundo de hoje, com internet e meme por todos os cantos, eu queria evitar que isso acontecesse comigo. No segundo round, respirei mais, o meu estômago melhorou e pude fazer a minha luta. – afirmou a “Fera Negra” após derrotar Travis Browne em Halifax.

Apesar de vencer até com certa facilidade o seu compatriota Travis Browne, Derrick Lewis tratou de elogiar o seu adversário após a luta, já na entrevista coletiva pós-evento.

Venho desafiando caras que estão no top pois sei que são melhores lutadores que eu. Travis Browne é um lutador mais completo que eu. Eu sei que tenho que melhorar muito o meu jogo, sou muito unidimensional. Eu gosto de fintar e socar. Odeio jabs. Os caras já se ligaram nisso e estão contra-atacando. Meu técnico já me disse que eu preciso preparar o soco forte com jabs. – completou o americano, que venceu pela sexta vez seguida no UFC.

Foto: Derrick Lewis superou Travis Browne com um nocaute em Halifax. (USA Today Sports)

Derrick Lewis nocauteia Travis Browne em Halifax
Votar