O clima realmente não está nada legal entre o ex-lutador Wanderlei Silva e o chefão do UFC, Dana White. Desde que anunciou sua aposentadoria do MMA em meados de 2014, o “Cachorro Louco” vem detonando o UFC e principalmente Dana, com declarações pesadas. Nesta última semana, Wand voltou a criticar Dana, e chegou a se declarar “escravo” do UFC, uma vez que ainda tem contrato vigente com a organização, que não quer liberar o brasileiro para lutar por outras organizações.

– Vocês sabiam que eu estou sendo perseguido, discriminado e tratado como um escravo por esse evento? Não querem me liberar do contrato. Assim não posso trabalhar, mas é meu direito não querer mais trabalhar para eles. Sendo assim estou impedido de trabalhar em qualquer lugar. Venho aqui pedir ao UFC que me libere desse sistema de escravidão onde ou você trabalha para eles ou não trabalha em lugar algum. – declarou Wanderlei por meio de uma rede social.

Em coletiva de imprensa realizada após a realização do UFC Rio 6, o chefão do UFC, Dana White, ironizou as declarações de Wanderlei e garantiu que o brasileiro é “escravo dele mesmo”, além de lembrar que Wand fugiu de um teste antidoping.

– Ele disse que é um escravo do UFC? A situação é que Wanderlei Silva fugiu de um exame antidoping surpresa. Ele não tem do que reclamar do nosso tratamento. Foi o Wanderlei Silva que se colocou nessa posição. Ele é um escravo de si mesmo. – declarou Dana.

lutas

Desde que se aposentou do MMA em 2014, Wanderlei se tornou desafeto de Dana White. (Foto: Jeff Chiu/AP)

Desafetos, Wand e Dana voltam a trocar farpas na imprensa
Votar