Má notícia para os fãs de MMA ao redor do mundo. O Main Event do UFC 215, que acontece neste sábado, em Edmonton, no Canadá, não irá mais acontecer. Isso porque o desafiante Ray Borg passou mal na madrugada de quinta para sexta e não foi liberado a lutar pelos médicos do Ultimate. Sendo assim, o duelo diante do campeão Demetrious Johnson, que valeria o cinturão da categoria dos moscas do UFC, foi cancelado.

Por conta do cancelamento da luta e com pouco mais de 24 horas para o início do evento, não há tempo hábil de encontrar um substituto para Borg. Sendo assim, a luta principal da noite será o duelo entre Amanda Nunes e Valentina Shevchenko, em combate que vale o cinturão da categoria dos galos da divisão feminina do UFC.

O UFC não demorou a emitir uma nota oficial confirmando que Ray Borg está fora da luta e afirmando que o que tirou o americano do duelo foi uma virose.

Confira abaixo o comunicado da organização:

Por conta de uma virose, o desafiante ao cinturão peso-mosca do UFC, Ray Borg, teve sua luta contra o campeão Demetrious Johnson cancelada no UFC 215. Borg foi considerado inapto a competir pelo time médico do UFC.

O UFC 215 agora terá como luta principal o combate pelo cinturão dos pesos-galos femininos entre Amanda Nunes e Valentina Shevchenko. O card prosseguirá com 11 lutas na Rogers Place Arena, em Edmonton, no Canadá. A luta entre Henry Cejudo e Wilson Reis será movida para o pay-per-view e o combate entre os pesos-leves Mitch Clarke e Alex White iniciará o card preliminar na FS1.

É cancelada a luta entre Ray Borg e Demetrious Johnson
Votar