Passadas quase duas semanas, Edson Barboza parece ainda não ter digerido a derrota para Khabib Nurmagomedov, no Co-Main Event do UFC 219, realizado no dia 30 de dezembro de 2017, na T-Mobile Arena, em Las Vegas. O brasileiro, que se mostrava muito empolgado para o duelo contra o russo, não deu desculpas para o revés e reconheceu que Nurmagomedov foi muito superior durante todo o confronto.

Eu tirei uma semana de descanso. Foi horrível. Uma derrota muito dura. Eu estava com a cabeça boa, estava preparado. Não foi fácil. Tentei impor o meu ritmo, mas não consegui. Eu caí na teia dele e fiquei 15 minutos fazendo o jogo dele. Não consegui colocar a minha distância e não consegui lutar. Dou todo o mérito a ele por ter me anulado. Ele começou a luta caminhando em minha direção, evitando a trocação e eu não consegui me soltar, apenas me cansei fazendo força. – disse o brasileiro, em entrevista ao site brasileiro Combate.

Apesar de continuar em quarto lugar no ranking da categoria dos leves, Edson Barboza está ciente que o sonhado title-shot ficou mais difícil de ser alcançado agora, mas ele mantém as esperanças, já sonhando com a próxima luta.

Continuo em quarto lugar. Estou muito próximo. Devem ter 100 lutadores na minha categoria, estou na frente de quase todos. Isso me deixa motivado. Se eu vencer a próxima luta, fico próximo novamente. – completou o brasileiro, que vinha de três triunfos seguidos antes de ser superado por Khabib Nurmagomedov.

Edson Barboza lamenta revés para Khabib: “Foi horrível, uma derrota muito dura”
Votar