lutas-ufc

Foto: Ronda Rousey nocauteou Bethe Correia com enorme facilidade. (Foto: Matthew Stockman/Getty Images)

Ronda Rousey voltou a provar que ninguém é páreo para ela na divisão feminina do UFC. No último sábado, pelo Main Event do UFC Rio 7, a americana atropelou a brasileira Bethe Correia em apenas 34 segundos de luta para reter o cinturão feminino dos pesos galos. Arrasadora, a americana não deu chances para a brasileira, chegando ao nocaute com enorme facilidade. O evento aconteceu na Arena da Barra.

Com mais uma vitória, Ronda Rousey chegou a 12 triunfos em 12 lutas na carreira. O mais impressionante de tudo, é que apenas uma vez a americana não liquidou a luta ainda no primeiro round. Somando os últimos três duelos, Ronda precisou de apenas 64 segundos para vencer as adversárias.

A luta, como esperado, foi curtíssima. Arrasadora, Ronda partiu para cima desde o início. Com uma combinação impressionante de uppercuts e jabs no clinch, a americana deixou a brasileira desnorteada e finalizou a luta com uma potente direita, que derrubou Bethe.

Irritada com Bethe por conta de declarações polêmicas antes da luta, Ronda ainda aproveitou para cutucar a brasileira após a luta. Depois de nocautear Bethe, Ronda chegou perto da brasileira e disse “não chora”. Após a luta, ainda mandou um recado para as adversárias.
– Eu espero que nunca mais falem da minha família. Que esta tenha sido a última vez. – declarou Ronda, em poucas palavras.
Na coletiva pós-luta, Ronda falou um pouco mais sobre a vitória e acredite se quiser, ainda conseguiu achar erros em sua estratégia.

– Estou feliz demais, consegui provar diversidade no meu estilo de luta. As coisas as vezes são surreais, é difícil absorver tudo tão rápido. Minhas últimas três lutas foram muito rápidas. Todas foram diferentes, eu sei que cometi alguns erros hoje. – afirmou a americana.

Mesmo estando em seu auge, Ronda já pensa no seu legado e garante que pretende se aposentar ainda invicta.
– Sou perfeccionista, quero sempre melhorar. Quero ser a lutadora perfeita. Quero me aposentar invicta, construir um legado. – garantiu Ronda.
Além da vitória, Ronda Rousey ganhou também o prêmio de “Performance da Noite”, de acordo com o UFC. Como bônus, a americana embolsou mais US$ 50 mil.

Em 34 segundos, Ronda Rousey atropela Bethe Correia no Rio
Votar