O Co-Main Event do UFC 213, disputado no último final de semana na T-Mobile Arena, em Las Vegas, colocou frente a frente dois dos maiores nomes da categoria peso-pesado do UFC. Em duelo que durou três rounds, Alistair Overeem acabou derrotando Fabrício Werdum, na decisão majoritária dos jurados (29-28, 29-28 e 29-29) em uma decisão pra lá de controversa.

Sendo assim, Overeem faz 2 a 1 na trilogia entre os dois lutadores. Fabrício e Alistair se enfrentaram pela primeira vez em 2006, com vitória do brasileiro. Eles voltariam a se enfrentar cinco anos depois, em 2011. Na ocasião, o gigante holandês sagrou-se o vencedor.

Mais plástico do que Overeem, Werdum tomou a iniciativa da luta no primeiro round. Logo no começo da luta, tentou surpreender o holandês com uma voadora. Como sempre, suas joelhadas também eram ameaças constantes ao adversário. Apesar disso, o primeiro round foi equilibrado, apesar de ter contado com poucas ações de ataque, para a irritação do público.

O segundo round foi de Overeem, que mais à vontade na luta, passou a acertar bons golpes no brasileiro. Os melhores momentos do assalto foram do holandês, que acertou uma joelhada na linha de cintura do brasileiro e uma boa sequência de golpes no rosto de Werdum, já no final do round.

O terceiro e último assalto foi totalmente dominado por Fabrício Werdum. No melhor momento da luta, o brasileiro acertou uma bela sequência de golpes que deixou Overeem grogue. Ao invés de partir para cima e tentar terminar a luta, o brasileiro optou pela estratégia errada, levando o holandês para baixo e controlando os minutos finais, uma vez que ele achou que estava ganhando a luta. Ledo engano e vitória de Alistair Overeem.
Esta foi a sétima derrota de Fabrício Werdum em 29 lutas como profissional de MMA. Já Alistair Overeem venceu pela 43ª vez em incríveis 59 lutas na carreira.

Werdum não se conforma com derrota para Overeem

Werdum não acredita derrota

A derrota para Alistair Overeem no Co-Main Event do UFC 213, na madrugada do último sábado, em Las Vegas, ainda não foi digerida por Fabrício Werdum. O duelo de três rounds foi muito equilibrado e terminou com a vitória do holandês na decisão majoritária dos jurados, o que acabou deixando o brasileiro muito irritado, uma vez que ele acredita ter vencido dois dos três rounds do combate.

Em entrevista ao site brasileiro de lutas Combate, Werdum afirmou que entrará com um recurso perante à Comissão Atlética de Nevada, para tentar reverter o resultado da luta. Apesar disso, ele garantiu que não acredita em uma má intenção dos jurados da luta, afirmando apenas que “erros acontecem”.

– Eu ganhei o primeiro round, por pouco. Troquei muito mais, procurei mais a luta. No segundo round eu fiquei mais na guarda e acho até que ele ganhou. Já o terceiro round, eu venci claramente. Eu procurei a luta o tempo inteiro e ditei o ritmo. Quem chegou mais perto de vencer fui eu. Ele chegou a cair, todo mundo viu. Vou entrar com um recurso. Eu não falo em roubo, nada disso, mas erros acontecem. Aconteceu um erro e eu vou recorrer. Vamos ver se consertamos isso. – disse Werdum.

Fabrício Werdum falou ainda sobre um suposto erro de estratégia no último round. Naquele momento, o brasileiro aplicou uma boa sequência de golpes em Overeem, que sentiu e se encolheu. Ao invés de partir para cima do holandês e liquidar a fatura, ele optou por levar Overeem para o chão e gastar os minutos finais montado em cima do adversário.

– Eu não continuei a bater em pé porque eu estava seguindo a estratégia que tracei para a luta. Eu segui a estratégia, de no momento que ele se encolher eu aproveitar e levar para baixo. Se eu batesse e não nocauteasse perguntariam porque eu não levei para baixo, já que sou especialista em jiu-jitsu. – defendeu-se o Vai Cavalo.

Foto: Overeem superou Werdum no UFC 213.

Em decisão polêmica, Overeem supera Werdum no UFC 213
Votar