Cyborg voltou a vencer

Na luta principal do UFC Brasília, disputado no último final de semana, a brasileira Cris Cyborg, mais nova integrante do quadro feminino do UFC, venceu com tranquilidade a sueca Lina Lansberg, com direito a um nocaute no segundo round. A brasileira ampliou ainda mais o número de vitórias em seu expressivo cartel. Foi o 17º triunfo da brasileira, que só perdeu uma vez na carreira.

Ao final do duelo, a brasileira afirmou que quer fazer “superlutas” no UFC para agradar os fãs e tratou de elogiar a adversária, a sueca Lina Lansberg.

– A Lina é uma lutadora de Muay Thai. Por causa disso, eu sabia que ela não teria muito chão. Por isso que eu tentei levar a luta para o chão. Eu quero fazer superlutas no UFC para os meus fãs. – disse a brasileira, após a segunda vitória em duas lutas como contratada do UFC.

Por outro lado, a sueca Lansberg surpreendeu pela resistência e aguentou até onde pôde os duros golpes que Cyborg lhe impôs.

Queria agradecer ao UFC por este show maravilhoso. Poderia ter lutado um pouco melhor, mas ela é uma lutadora muito dura. A luta foi incrível. Obrigado pela luta, Cris. – falou a simpática sueca, após ser derrotada por Cyborg.

Foto: Cris Cyborg voltou a vencer em sua segunda luta pelo UFC. (MMA Fighting)

Em sua segunda luta pelo UFC, Cyborg atropela Lansberg
Votar