Já faz um bom tempo que Junior dos Santos Cigano e Fabrício Werdum já não falam a mesma língua. Apesar de serem compatriotas, a relação entre dois dos principais nomes da divisão dos pesados do UFC não é nada boa. Desde que se enfrentaram, ainda em 2008 – com vitória por nocaute de Júnior Cigano – os dois vivem trocando alfinetadas nos bastidores do Ultimate.

Em entrevista ao site Portal do Vale Tudo, Werdum falou sobre a relação conturbada com Cigano e chegou a acusar o rival de ser o “McGregor Brasileiro”.

Não tenho preferência alguma (sobre o próximo adversário). Perdi tanto para o Miocic quanto para o Cigano e queria o troco contra os dois. Seja contra um ou contra o outro, meu objetivo é voltar a conquistar o cinturão. Agora, se for contra o Cigano, melhor ainda. Quero impedir que ele continue se achando o Conor McGregor brasileiro. A maneira que ele tem falado ultimamente não é nada legal e não combina com ele. Eu não conheço ele, mas esse jeito de McGregor não fica nada legal nele. Para ser honesto, é ridículo. – cornetou o “Vai Cavalo”.

Agora, no que se depender de Júnior Cigano, esta luta com Fabrício Werdum não deve ocorrer tão cedo. O catarinense alega que o “Vai Cavalo” já recusou lhe enfrentar em três oportunidades.

Por que eu deveria lutar com esse cara? Ele negou me enfrentar três vezes. Depois dele me descartar três vezes, eu é que não quero mais lutar com ele. Ele não acrescenta nada à minha carreira. Quero ser campeão de novo. – disse Cigano, em entrevista ao site MMA Mania.

Foto: Fabrício Werdum trocou alfinetadas com o desafeto Junior Cigano.

Fabrício Werdum volta a alfinetar Cigano
Votar