Kelvin Gastelum não deu chances para Michael Bisping no evento principal do UFC Xangai, disputado na cidade chinesa, no último final de semana. Frenético, o americano foi para cima do inglês e conseguiu uma grande vitória, com um brutal nocaute, com apenas 2 minutos e meio de luta no primeiro round. A vitória confirma a grande fase de Gastelum, que sonha alto agora e quer uma luta pelo cinturão. Já Bisping, sofreu a sua segunda derrota seguida e está perto de dizer adeus do octógono.

Superior desde o início do combate, Gastelum tomou a iniciativa e partiu para cima de Bisping. Quando o inglês menos esperava, o americano acertou um venenoso direto de esquerda que fez o inglês cair já inconsciente no chão. Antes da interrupção de Marc Goddard, Gastelum ainda castigou um apagado Bisping com alguns golpes.

Esse é o maior momento da minha vida. Eu vou tentar não chorar. Tenho o máximo de respeito pelo Michael Bisping. Ouvi dizer que estão precisando de alguém para enfrentar Robert Whittaker na Austrália. Eu estou dentro! – pediu o americano, que vive grande fase no UFC.

Kelvin Gastelum chegou a sua 14ª vitória em 18 lutas como profissional de MMA. O americano vai se credenciando cada vez mais como um dos próximos desafiantes ao cinturão dos médios, que hoje pertence à Georges Saint Pierre. Já Michael Bisping, que perdeu o cinturão justamente para GSP, foi derrotado pela segunda vez consecutiva. O inglês perdeu pela nona vez em 39 lutas. Ele já declarou que pretende se aposentar no ano que vem, de preferência em Londres.

Gastelum comemora enquanto Bisping exalta o americano

Campeão dos médios do UFC até poucos meses atrás, o inglês Michael Bisping parecia conformado com a sua segunda derrota seguida no Ultimate. Depois de perder o cinturão dos médios para o canadense GSP, o inglês voltou ao octógono poucas semanas depois, para encarar a sensação americana Kelvin Gastelum, um dos mais promissores nomes da divisão.

Eu estava me divertindo. Venho fazendo isso há muito tempo. Eu estou ficando velho. Deus abençoe Kelvin Gastelum e os fãs da China. Me desculpem. Vocês sabem que o Kelvin é ótimo, mas será preciso uma montanha ainda maior para vocês se livrarem de mim. – garantiu o inglês, que deve fazer em Londres, no ano que vem, a sua despedida do UFC.

Já Kelvin Gastelum estava obviamente entusiasmado com a vitória, a maior de sua carreira até o momento. Na entrevista coletiva pós-luta, o americano ainda reforçou que deseja lutar pelo cinturão dos médios.

Eu venci um cara que era campeão mundial há algumas semanas. Eu não estou aqui para esperar por Georges Saint-Pierre ou ninguém. Estou aqui para trilhar o meu caminho, seguir o meu rumo, o que me interessa. E isso é o cinturão. – garantiu Gastelum.

Gastelum já deixou claro que deseja enfrentar Robert Whittaker na Austrália. O americano venceu pela 14ª vez em 18 lutas na carreira.

Gastelum atropela Bisping no primeiro round em Xangai
Votar