Kelvin Gastelum estava escalado para enfrentar Anderson Silva, na oitava edição do UFC Rio, que acontecerá no dia 3 de junho. O jovem americano, porém, acabou sendo flagrado no exame anti-doping por uso de maconha depois de superar Vitor Belfort e foi suspenso por três meses pelo Ultimate. Sendo assim, o americano teve de se contentar em aceitar uma luta contra o seu compatriota Chris Weidman, em luta marcada para o dia 22 de julho, em Long Island. Em entrevista ao site brasileiro Combate, Gastelum não teve papas na língua para afirmar que definitivamente preferia enfrentar o Spider.

Será uma grande luta, mas o Weidman não é uma lenda do esporte como o Spider. Ele não é lenda, o Anderson é. Seria uma gigante para mim, além de ser uma honra. Eu adoraria enfrentar ele. Eu pedi desculpas a ele, a culpa foi minha. Eu estraguei tudo, fiz coisa errada. Mas é uma regra tão estúpida. A maconha não é um estimulante de performance. – disse Kelvin Gastelum.

Apesar da clara preferência por enfrentar Anderson Silva, Gastelum tratou também de elogiar Chris Weidman, seu próximo adversário. Uma vitória diante do compatriota deixaria a jovem promessa americana em uma boa situação para disputar o cinturão dos médios.

Conheço o Weidman há alguns anos, já saímos algumas vezes. Eu gosto dele, é um cara legal e um bom lutador. É um ex-campeão, mas se saiu mal nas suas últimas três lutas e está procurando uma maneira de manter o seu emprego. Essa é a razão dele estar lutando. Eu estou lutando por algo diferente. Estou lutando por algo muito maior. – completou Gastelum.

Weidman fala sobre duelo com Gastelum: “Luta que vai pavimentar meu retorno ao cinturão”

Apesar de vir de uma péssima fase, emplacando três derrotas consecutiva, todas por nocaute, Chris Weidman parece confiante sobre um retorno aos dias de glória, de quando era o campeão da categoria dos médios no UFC. Prestes a enfrentar Kelvin Gastelum no UFC Long Island, no dia 22 de julho, o “All American” deu entrevista coletiva onde garantiu que acredita que uma possível vitória contra o compatriota será o começo de uma trajetória para reconquistar o cinturão dos médios do UFC.

Gastelum é um cara muito duro. Ele é ambicioso e talentoso. Vem de um momento muito bom e está empolgado. Eu sou uma grande oportunidade para ele. Ele me vê como um cara que já conquistou o título e isso lhe motiva. Essa é minha oportunidade de mostrar que não vou parar, que vou continuar batalhando. Eu estou voltando para retomar o cinturão e essa é a luta que vai iniciar a minha retomada do título. – garantiu o americano, esbanjando confiança.

As casas de apostas de Las Vegas parecem compartilhar do pensamento de Chris Weidman. O ex-campeão é apontado como o favorito para o duelo diante de Kelvin Gastelum.

Ex-campeão dos médios, Chris Weidman ganhou notoriedade ao se tornar o primeiro lutador do UFC a derrotar o lendário Anderson Silva. Desde então, porém, o lutador de 32 anos vive péssima fase, sofrendo três derrotas seguidas, todas por nocaute. Já Kelvin Gastelum, de apenas 25 anos, vem de três vitórias seguidas na organização, incluindo um triunfo diante de Vitor Belfort.

Foto: Kelvin Gastelum encheu Anderson Silva de elogios. (Esther Lin)

Gastelum menospreza duelo com Weidman
Votar