Lutando em casa, Alexander Gustafsson mostrou porque é considerado um dos principais nomes da divisão dos pesados no UFC. Com grande atuação, o sueco dominou o brasileiro Glover Teixeira, e venceu por nocaute, no quinto round do duelo, o principal do UFC Suécia. Gustafsson vinha dominando a luta desde o início e castigou muito Glover, que mostrou que tem queixo para aguentar muita porrada.

Depois de colocar muita pressão durante os quatro rounds anteriores, Gustafsson partiu para cima com tudo no quinto, a fim de liquidar a fatura. Assim que achou uma brecha, o sueco emplacou três uppercuts seguidos em Glover, e ainda liquidou com um lindo direto, garantindo a vitória por TKO.

A convincente vitória aumenta as chances de Gustafsson receber em breve uma chance de disputar o cinturão da categoria. Jon Jones e Daniel Cormier se enfrentam, pelo cinturão dos pesados, no UFC 214, no dia 29 de julho, na Califórnia. Os planos do UFC no momento são de que o vencedor deste duelo enfrente então o sueco, que tentará conquistar o inédito cinturão.

Gustafsson foi curto e grosso para descrever a sua vitória, mas tratou de elogiar Glover Teixeira, que mostrou um impressionante poder de defesa.

Glover é um grande lutador. Foi uma honra recebê-lo aqui. Ele tem ótimas combinações e bate muito forte. Hoje, meu uppercut funcionou. Hoje era meu dia. – resumiu o sueco.

Gustafsson garante estar pronto para Jones ou Cormier

Depois de superar Glover Teixeira, por nocaute no quinto round, na luta principal do UFC Suécia, que aconteceu no último final de semana, em sua terra natal, o sueco Alexander Gustafsson garantiu agora estar pronto para disputar o cinturão dos pesados. Para isso, ele antes precisa esperar para conhecer o vencedor do duelo entre Jon Jones e Daniel Cormier, que se enfrentam pelo cinturão da categoria em julho deste ano, na Califórnia.

Perguntado sobre o duelo entre os dois rivais, que acontecerá no UFC 214, Gustafsson não teve papas na língua e afirmou que torcerá para Cormier, uma vez que não gosta de Jones.

Jon Jones é o meu maior inimigo. Eu não gosto dele. Ele talvez seja o melhor lutador de todos os tempos e o melhor peso-por-peso do mundo na atualidade, mas eu não gosto dele. Como pessoa e como campeão, ele não é uma boa pessoa e um bom exemplo no meu modo de ver. Não escondo a minha torcida por Daniel Cormier porque eu gosto dele. Ele sim, é um campeão de verdade. – alfinetou Alexander Gustafsson.

O sueco falou também sobre a sua vitória diante de Glover Teixeira e de sua derrota para Anthony Johnson, garantindo que aprendeu muito com o revés diante do americano.

Eu aprendi muito com aquela derrota para o Anthony Johnson. Aquela não foi a minha noite. Não dou desculpas. Johnson é um nocauteador clássico e eu fui muito lento. Contra o Glover, eu fiz uma luta quase perfeita. Tenho que atacar primeiro, estar na luta. Tenho que ser agressivo. Aprendi essa lição. Hoje, estou mais preparado para suportar os cinco rounds. Cheguei perto de vencer Jones e Cormier, mas caí de rendimento nos últimos rounds. Não vou morrer na praia de novo. Vou estar pronto para dez rounds quando enfrentar um deles. – completou o sueco.

Foto: Alexander Gustafsson nocauteou Gover Teixeira na Suécia. (Getty Images)

Gustafsson nocauteia Glover no quinto round
Votar