Hendo ficou frustrado com decisão

A vitória de Michael Bisping sobre Dan Henderson, por decisão unânime dos jurados, no UFC 204, disputado em Manchester, deixou muita gente espantada. Dentre os torcedores e lutadores que contestaram a decisão, ninguém sentiu mais na pele o sabor da injustiça do que Dan Henderson. Em sua última luta como profissional de MMA, o lendário americano, de 46 anos, planejava se aposentar com o cinturão. Na opinião de quase todos, Henderson venceu a luta diante de Bisping, uma vez que foi superior em três dos cinco rounds. O problema é que os jurados discordaram. Na decisão, os jurados viram Bisping como o vencedor unânime, com parciais de 48-47, 48-47 e 49-46.

– Eu senti que fiz mais que o suficiente para vencer a luta. Dei tudo de mim. Infelizmente foi a minha última luta e contará como uma derrota no meu cartel. Eu venci, mas infelizmente nem todos viram assim. Estou frustrado. Acho que venci, mas não recebi o crédito. É o que é, não tenho como mudar isso.– lamentou Henderson, já na coletiva de imprensa pós-luta.

Ainda no octógono, após o anúncio da controvérsia decisão, o agora ex-lutador até brincou que queria que julgassem a luta pela forma dos lutadores após a luta, fazendo alusão ao rosto de Bisping, que estava coberto de sangue.

Queria que julgassem a luta pela forma como parecemos depois da luta. É a última vez que vocês me viram ao vivo. Eu dei o meu coração por esse esporte. Quero agradecer aos fãs por tudo. – disse um simpático Dan Henderson, sendo aplaudido de pé pela torcida.

Foto: Hendo ficou frustrado com a decisão dos juizes na luta com Bisping

Votar