Com surpreendente facilidade, o havaiano Max Holloway bateu o comapriota Anthony Pettis por TKO, já no final do terceiro round e conquistou o cinturão interino dos pesos penas, marcando assim um encontro com José Aldo, pela unificação dos cinturões. O desafio foi feito pelo próprio americano, logo após a vitória, e a luta deve acontecer em fevereiro do ano que vem.

– Nós não vamos conseguir achar o José Aldo. Aldo. Cade você, Aldo? Quero essa luta no Brooklyn, em fevereiro. Vamos fazer isso acontecer. Dana White, ninguém vai me parar. – disse um extasiado Max Holloway, após nocautear Pettis.

Anthony Pettis, que havia tido problemas para bater o peso na véspera da luta, teve uma atuação apática, sendo facilmente dominado por Holloway. Muito melhor tanto fisicamente quanto tecnicamente, o havaiano controlou a luta com facilidade, até nocautear Pettis no terceiro round, com uma combinação de socos que culminou com Pettis encolhido junto à grade.

A vida de Anthony Pettis na categoria peso-pena, durou pouco. O ex-campeão dos leves confirmou, logo após a derrota, que voltará para a sua antiga categoria, após apenas duas lutas nos penas, alegando dificuldade de cortar peso.

Ele é um grande lutador e merece o cinturão. Eu estou cansado de ter que cortar o peso. O meu corpo não aguenta mais isso. Vou ter que voltar para os leves. – confirmou o americano, que confidenciou ainda que quebrou a mão direita durante a luta.

Esta foi a 17ª vitória de Max Holloway como profissional de MMA, a 10ª de maneira consecutiva. Ele perdeu apenas três vezes na carreira. Já Anthony Pettis, que foi durante muito tempo o campeão dos leves, amarga uma péssima fase no UFC, tendo perdido quatro de suas últimas cinco lutas.

Foto: Holloway derrotou Pettis em Toronto.

Holloway conquista cinturão interino dos penas
Votar