Holly-Holm-perde-para-Shevchenko

Em menos de um ano, a vida de Holly Holm no UFC foi do céu ao inferno. Em novembro de 2015, a americana, de 34 anos fez história, ao nocautear – de maneira espetacular – a até então invencível Ronda Rousey. O problema é que logo em sua primeira defesa de cinturão, Holly foi surpreendida por Miesha Tate, que melhor durante todo o duelo, conseguiu uma finalização já no último round da luta. Neste final de semana, em Chicago, Illinois, Holly teve a chance de voltar ao topo no UFC, mas acabou surpreendida pela russa Valentina Shevchenko e amargou mais uma derrota na organização, se distanciando ainda mais da briga pelo cinturão.

Já a russa Valentina Shevchenko, algoz de Holm, venceu pela 13ª vez em 15 duelos na carreira. A russa vinha de derrota para a brasileira Amanda Nunes, atual detentora do cinturão da categoria. Logo após vencer Hol, Shevchenko não perdeu a chance de pedir uma revanche diante da brasileira, agora valendo o título.

– Mostrei muito coração, estou muito feliz. A minha preparação para esta luta foi ótima. Eu quero agora lutar contra a Amanda, pela disputa de cinturão. Ela é uma boa lutadora, tem um ótimo chão, mas quero enfrentá-la. – disse a russa.

Por outro lado, a ex-campeã Holly Holm se mostrou muito abatida com mais uma derrota e disse saber que é capaz de muito mais no MMA.

– Não tenho desculpas para a minha performance. Venho de duas derrotas seguidas, nunca estive nessa posição antes. Mas eu acredito em mim mesma. Aprendi muito nas áreas de wrestling e jiu-jitsu. Minhas ferramentas estão lá, só preciso acreditar mais nelas. Vou levantar a cabeça e seguir em frente, sei que sou capaz de muito mais. – falou a ex-campeã.

Foto: Shevchenko surpreendeu Holm em Chicago. (USA TODAY Sports)

Holly Holm perde para Shevchenko
Votar