lutas-du-ufc

Foto: Johnson venceu Dodson com facilidade em Las Vegas. (Foto: Stephen R. Sylvanie – USA TODAY Sports)

Como de costume, o americano Demetrious Johnson não teve trabalho para superar mais um adversário e manter o cinturão da categoria dos moscas do UFC. Esta foi a sétima defesa bem-sucedida de cinturão seguida de Johnson, desde que conquistou o título dos pesos moscas, há exatos três anos atrás, diante de Joseph Benavidez. O duelo aconteceu em Las Vegas, pelo Main Event do UFC 191.

Desta vez, o adversário foi o seu compatriota John Dodson, em evento realizado em Las Vegas. Em uma luta de cinco rounds, Johnson se sagrou vencedor pela decisão dos jurados. (50-45, 49-46 e 49-46). Como de costume, o campeão não teve dificuldades para vencer a luta e com muita técnica e tranquilidade, anulou os principais golpes do compatriota. Esta é a segunda vitória de Johnson sobre Dodson.

Com a vitória, o americano Demetrious Johnson ainda atingiu uma importante marca no UFC. Pela sétima vez consecutiva, o americano defendeu o seu cinturão, igualando a marca do brasileiro José Aldo. O recordista nesse quesito é o ex-campeão dos médios, Anderson Silva, que defendeu o seu cinturão 10 vezes, antes de finalmente ser superado por Chris Weidman.

Lutador favorito do chefão Dana White, Johnson assumiu agora a segunda colocação no ranking peso-por-peso do UFC, ultrapassando Chris Weidman. Johnson agora está atrás apenas de José Aldo. Completam o Top 5, Ronda Rousey e TJ Dillashaw.

– Ganhei mais uma vez. Mantive a minha compostura e meu plano de jogo, sou sempre muito técnico. Eu trabalho duro, eu sei que o Dodson também, mas eu tenho que manter o que é meu. Eu tenho os melhores técnicos do mundo e tenho recursos para vencer todos. – garantiu Demetrious Johnson.

Mais cedo, pelo Co-Main Event do UFC 191, Andrei Arlovski venceu Frank Mir por decisão unânime dos jurados. Em outra luta de destaque, Anthony Johnson nocauteou Jimi Manuwa no início do segundo round.

Johnson vence Dodson com facilidade e mantém o cinturão dos moscas
Votar