Pela terceira vez nos últimos anos, o campeão dos meio-pesados do UFC, Jon Jones, se envolveu em uma grande polêmica. Dono do cinturão da organização desde meados de 2011, “Bones” é considerado por muitos como o melhor lutador peso-por-peso do mundo, mas parece gostar de chamar a atenção também pelo o que faz fora do octógono.

Em 2012, foi detido por dirigir bêbado e destruir o seu Bentley ao bater em um poste. Menos mal para o campeão, que o acidente não teve nenhuma vítima. No começo deste ano, Jones voltou a causar polêmica quando foi flagrado em um exame antidoping surpresa por uso de cocaína, pouco antes de sua luta contra Daniel Cormier.

Nesta semana, o terceiro strike do campeão. Na manhã do último domingo, Jones dirigia a sua SUV pelas ruas de Albuquerque, Novo México, quando acabou colidindo contra o carro de uma mulher grávida, de 20 anos. A vítima sofreu ferimentos e acabou fraturando o braço. Para piorar a situação de Jones, o campeão fugiu do local, abandonando o carro e sem prestar socorro. Ao chegar no local do acidente, policiais encontraram maconha e um cachimbo para o uso da droga no carro de Jones, além de documentos do lutador.

Acusado de cometer um “crime doloso” pela polícia local, Jones responderá às acusações em liberdade, já que pagou fiança, mas se for condenado, poderá pegar até três anos de cadeia, além de ter de pagar multas.

lutadores-ufc

Jon Jones está em apuros com a polícia de Albuquerque e pode pegar até três anos de prisão. (Foto: Bernalillo County Metro Detention Center)

Jones causa acidente que deixou uma jovem grávida ferida
Votar