José Aldo critica relação de McGregor com o UFC

Foto: Jose Aldo quer lutar pelo cinturão dos penas.

Um mês após ser nocauteado em apenas 13 segundos pelo irlandês Conor McGregor, no evento principal do UFC 194, o brasileiro José Aldo mostrou irritação com a relação entre o irlandês e a cúpula do UFC e diz ainda que só voltará a lutar se for uma disputa pelo cinturão que acabara de perder.

O brasileiro garantiu que logo após a derrota para Conor, Dana White o prometeu que lutaria pelo cinturão dos penas, caso o irlandês subisse para a categoria dos leves. McGregor realmente subiu para os leves – enfrentará Rafael dos Anjos pelo cinturão em março – mas ao contrário do que foi prometido a Aldo, o cinturão dos penas continuará com Conor, portanto não estará vago.

– Logo após a luta, o Dana foi até o meu vestiário e me garantiu que se o Conor subisse para os leves, minha próxima luta seria contra o Frankie Edgar, pelo cinturão dos penas. Vamos ver o que vai acontecer. É logico que eu queria uma revanche contra o Conor, pelo jeito que foi, pelo que aconteceu. Mas eu não vivo em função disso, eu quero o cinturão, seja com quem for. Um dia eu vou ganhar dele, tenho certeza, mas o próximo passo é a luta pelo cinturão, não aceito qualquer luta que não for pelo cinturão. – garantiu o brasileiro.

José Aldo se mostrou irritado pela promessa quebrada de Dana White e acusou o presidente e a cúpula do UFC de “darem muita asa” para o polêmico irlandês.
– Quando assinamos o contrato da luta, a intenção era que quem vencesse subiria para lutar entre os leves. Quem perdesse, lutaria direto pelo cinturão dos penas. Acho que deram muita asa para ele, deixaram ele crescer. Hoje ele manda mais do que eles. Acho isso errado, nunca vi algo assim acontecer. Não pode um cara desses estar lá falando e dando ordens quando não devia nem estar lá.

Sempre respeito o mérito dos outros, mas ele teve mais sorte do que mérito. – afirmou José Aldo.
Enquanto José Aldo ainda não sabe qual será a sua próxima luta no UFC, o seu algoz, Conor McGregor enfrentará o brasileiro Rafael dos Anjos no dia 5 de março, no UFC 197, pelo cinturão dos leves.

José Aldo critica relação de McGregor com o UFC
Votar