Em um combate pouco atrativo e bastante decepcionante, o americano Quinton “Rampage” Jackson selou a sua volta ao UFC com uma vitória sobre o brasileiro Fábio Maldonado. Em uma luta lenta e com poucos momentos de emoção, Rampage foi declarado vencedor pelos jurados (30-27, 30-27 e 29-28).

Pouco agressivo e mais preocupado em se defender contra o poder de nocaute de Rampage, Maldonado foi presa fácil para o americano, que controlou o combate do início ao fim. De volta ao UFC após dois anos, o americano conquistou uma vitória tranquila.

Vale lembrar que a luta quase foi cancelada na semana retrasada, quando a Bellator conseguiu uma liminar impedindo que Rampage lutasse. Para a sorte do americano, o UFC conseguiu derrubar a liminar, e o americano foi liberado para a luta. Aliviado por estar de volta ao UFC, o ex-campeão dos meio-pesados admitiu que cometeu um erro a sair da organização, elogiou Maldonado e se disse feliz por estar de volta ao que considera a maior organização do mundo.

– Eu estava muito estressado. Eu sou o primeiro a admitir o meu erro ao sair do UFC. Esta é a maior organização do mundo. Maldonado é um boxeador e prometeu uma luta em pé e fez exatamente isso. O respeito por isso. Quero festejar a vitória em minha volta ao UFC. – declarou o ex-campeão.

Derrotado por decisão unânime dos jurados, Fábio Maldonado admitiu que deixou a desejar e revelou não ter agredido tanto quanto deveria.
– Não vou dar desculpas. Sabia do poder de nocaute do Rampage. No começo foi bom cozinhar a luta, mas faltou atitude da minha parte e isso é um erro grave. Não foi cansaço nem nada. Justo no que eu sei fazer melhor, eu deixei a desejar. – admitiu o brasileiro.
Com a vitória, Quinton “Rampage” Jackson, de 36 anos, chegou a 36 vitórias em 47 combates. Enquanto isso, o “Caipira de Aço”, Fábio Maldonado, sofreu a sua oitava vitória em 30 duelos.

lutadores

Quinton “Rampage” Jackson reestreou no UFC com vitória. (Foto: AP)

Maldonado é presa fácil para Rampage em Montreal
Votar