Mark Hunt está fora do UFC Austrália. O neozelandês enfrentaria Marcin Tybura no evento principal do evento do Ultimate na Austrália, que acontecerá no dia 18 de novembro, em Sidney. O UFC confirmou ainda que o substituto de Hunt no evento será o brasileiro Fabrício Werdum, que vem de vitória sobre Walt Harris, no UFC 216.

Sem entrar em detalhes, o UFC disse apenas que Mark Hunt deixou a luta por “problemas médicos”. Especula-se que os dirigentes do Ultimate resolveram tirar o veterano peso-pesado da luta por conta de uma entrevista preocupante, onde ele afirmou que sofre sequelas por conta de sua carreira no MMA, como perda de memória e dificuldade para articular palavras. Estes são sintomas de encefalopatia crônica, uma desordem neurológica associada a repetidos traumas na cabeça, muito comum em esportes de luta.

Acompanhe seu esporte preferido e ganhe!

Quem ficou muito irritado com a notícia foi o próprio Mark Hunt, que em uma post no Instagram resolveu detonar Dana White e todo o UFC, garantindo que estava em totais condições de luta. Ele alegou ainda que foi retirado da luta porque Dana teria problemas pessoais com ele.

Estou desapontado por ser retirado da luta. Passei por todos os exames há dois dias e gastei 100 mil dólares no camp. A minha entrevista foi tirada de contexto. Estou em forma e saudável. Isso é uma m**** total. Vai se f**** Dana White, você sempre me odiou, seu cachorro. Passei horas com os médicos outro dia e fui liberado para lutar. Minha memória não é tão boa mas quem lembra das m***** que não quer lembrar? Seu m****, filho da p****. Você vai receber outro processo, seu careca babaca! – disparou um irritadíssimo Mark Hunt.

Retirado do UFC Australia Hunt
Foto: Mark Hunt perdeu a linha com Dana White no Instagram.
Votar