Max Holloway chocou o público presente na Arena da Barra, no Rio de Janeiro, ao nocautear José Aldo no finalzinho do terceiro round em duelo que valia a unificação do cinturão dos penas no UFC. O confronto entre os dois principais nomes da categoria peso-pena do Ultimate foi o evento principal da oitava edição do UFC Rio.

Ovacionado pela torcida, José Aldo começou melhor a luta. Durante os dois primeiros rounds, o brasileiro aplicou bons golpes e controlava bem a distância da luta. A superioridade do brasileiro durante os dois primeiros rounds era nítida, por isso que os acontecimentos do terceiro round deixaram a torcida tão chocada no Rio de Janeiro.

No terceiro round, Max Holloway decidiu se soltar mais na luta e partiu para a ofensiva. Aldo vacilou defensivamente e levou um direto do havaiano. O brasileiro caiu e começou a tomar um sufoco daqueles, no ground and pound. O brasileiro então, optou por ceder as costas e conseguia apenas defender sua cabeça, virando presa fácil para o americano, que golpeou repetidamente, até a interrupção de Big John McCarthy, que confirmou a vitória por TKO de Holloway.

Quero agradecer a Deus e dizer ao meu filho que conquistamos o cinturão. Vocês mostram muito amor aqui. Eu lutei contra o compatriota de vocês e mesmo assim me mostraram muito amor. Eu comecei perdendo, mas me recuperei bem, sabia que era uma luta de cinco rounds. Obrigado, Brasil. Vou dominar essa categoria por muito tempo. – prometeu Max Holloway, ainda no octógono.

Esta foi a 11ª vitória seguida de Max Holloway, que tem em seu cartel de 18 lutas, apenas três derrotas. Já José Aldo, perdeu pela terceira vez na carreira, em 29 lutas como profissional de MMA.

Novo campeão, Holloway elogia Aldo: “Melhor da história”

Max Holloway era só alegria na coletiva de imprensa pós-UFC 212, no Rio de Janeiro. Horas depois de fazer história ao nocautear José Aldo e tornar-se o campeão absoluto da categoria peso pena do UFC, o simpático havaiano concedeu uma ótima entrevista coletiva de imprensa, onde abordou temas diversos. Entre muitos assuntos, Holloway falou ainda sobre uma possibilidade de revanche com José Aldo, mas desta vez no Havaí, sua terra natal.

Vou falar com o Dana White e ver o que acontece, mas seria ótimo. Ele teria que lidar com os havaianos muito loucos! Os brasileiros também são muito loucos. Eu amo vocês, vocês sabem festejar. José Aldo é o melhor de todos os tempos, não tenho nada além de amor e respeito por ele e por vocês. – disse Holloway.

Além de abrir uma possibilidade para uma revanche com José Aldo, Max Holloway falou ainda sobre outros nomes que gostaria de enfrentar, como Cub Swanson e Frankie Edgar.

Vamos ver. Cub seria outra grande luta. Eu e Frankie também seria ótimo. Frankie é um ex-campeão. Já tenho dois ex-campeões no meu bolso e seria legal ter mais um. Todos dizem que preciso enfrentar caras grandes. Se quiserem lutar, vamos para o Havaí. A temperatura é ainda mais quente que aqui e a água não é gelada. Agora as pessoas vão pedir para me enfrentar. Eu tenho meu trono, se quiser tomar de mim, venha e me desafie. – completou o havaiano.

Foto: Max Holloway nocauteou José Aldo no Rio de Janeiro. (Getty Images)

Max Holloway vence José Aldo no Main Event do UFC Rio
Votar