Foi muito mais tranquilo do que todos imaginavam. Com extrema facilidade, o irlandês Conor McGregor “passeou” diante de Eddie Álvarez e fez história ao se tornar o primeiro lutador da história do UFC a conquistar dois cinturões diferentes. Com uma precisão impressionante nos golpes, Conor dominou e fez o que quis com um apático Eddie Álvarez no Madison Square Garden. Depois de quase apagar o americano no primeiro round, no segundo ele não ficou no quase e com sua devastadora mão esquerda, nocauteou Álvarez.

Com isso, McGregor fez história ao ser o primeiro lutador a ser campeão de duas categorias diferentes simultaneamente. Além de ser o campeão dos leves, ele é também o campeão linear dos penas, desde quando nocauteou José Aldo no ano passado.

De acordo com Dana White, o irlandês agora terá de abdicar de um dos dois cinturões. Caso decida manter o cinturão dos penas, ele deve fazer a tão esperada revanche com José Aldo pela unificação dos cinturões. Caso opte por continuar nos leves, existe a chance dele enfrentar o russo Khabib Nurmagomedov, que há tempos vem pedindo por uma chance de disputar o cinturão da categoria.

Com a vitória, McGregor chegou a 21 triunfos e três derrotas em 24 lutas na carreira. Já Eddie Álvarez, que vinha de três vitórias consecutivas e havia destronado Rafael Dos Anjos em seu último compromisso, perdeu pela quinta vez em 33 lutas na carreira.

Álvarez desabafa em rede social

Derrotado com extrema facilidade por Conor McGregor, no Main Event do UFC 205, disputado no último final de semana em Nova York, o agora ex-campeão da categoria dos leves, Eddie Álvarez, usou a sua conta no Instagram para fazer uma espécie de desabafo e aproveitou para reconhecer que lutou muito aquém do esperado diante do falastrão irlandês.

Eddie usou a carta aberta para se desculpar com o público e com os seus treinadores, afirmou que não seguiu o plano de luta, revelou estar triste com a derrota mesmo tendo recebido muito dinheiro e ainda completou parabenizando Conor McGregor pela vitória.

Confira abaixo o desabafo do ex-campeão na íntegra, em tradução livre:

“Parabéns a Conor e seu time nesse feito incrível, eles continuam a cumprir o que prometem, tiro o chapéu para eles. Quanto à minha performance, a única coisa que eu posso dizer honestamente é que eu estraguei tudo. Não fiz nada do que treinei, fiz o completo oposto do que foi planejado diariamente por 10 semanas. Para resumir nosso plano em uma frase era: “Ir para a esquerda e usar o wrestling”. Em vez disso, eu circulei para a mão esquerda dele e boxeei na maior parte do tempo. Lutar dessa forma é uma sentença de morte e o resultado foi justo. Eu digo isso o tempo todo, há uma margem de erro realmente pequena nesse esporte e eu paguei pelos meus erros. Eu cheguei ao maior palco de todos e estraguei tudo, meu coração sinceramente dói e eu preencho ele com arrependimento e raiva. Se há uma lista do que não fazer contra uma oponente dessa natureza, eu fiz tudo no sábado. Estou desapontado comigo mesmo e isso não reflete os meus treinadores, companheiros de treino e as horas intermináveis de treinamento que eu dediquei ao esporte. Toda vez que eu entro no octógono eu posso estar vulnerável e possivelmente envergonhado contra a oportunidade de fazer algo incrível e crescer mais. Eu sempre escolho o último independente da inconformidade e ansiedade que isso me traz. Eu acho que essa escolha é a única razão de eu ter sucedido no esporte em primeiro lugar. Eu pensei na minha cabeça que fazer muito dinheiro, pelo menos, me faria feliz. Mas eu estou tendo muitos problemas para aproveitar isso independente do cheque que será escrito. Estou muito inquieto e descontente na maior parte do tempo. Tenho sorte de ter minha mulher e meus filhos nesse momento para me ajudarem a sorrir e me mostrarem que tudo vai ficar bem. Eles são minha salvação, sem eles eu seria só a sombra de um homem. Apesar do resultado, eu aproveitei muito a semana da luta, foi muito divertido. Eu nunca me defini por uma vitória e não vou me definir por uma derrota. Foi simplesmente uma noite ruim. Eu terei a oportunidade de ter uma boa…. E vou fazer a caminhada para ver do que sou capaz todas as vezes. Obrigado por ouvir.”

Foto: Conor arrasou Álvarez no Madison Square Garden. (Esther Lin)

McGregor derrota Álvarez e conquista o cinturão dos leves
Votar