ufc-lutadores

Foto: Conor McGregor conquistou o cinturão interino dos penas. (Foto: John Locher/Associated Press)

O UFC conheceu o seu novo campeão interino da categoria dos pesos-penas na madrugada do último sábado. O irlandês Conor McGregor suportou uma pressão intensa do americano nos dois primeiros rounds, mas deu a volta por cima e com uma boa combinação nos segundos finais do segundo assalto, garantiu a vitória por TKO e se sagrou o campeão interino da categoria.

Apontado por muitos como o favorito para o duelo, McGregor passou sufoco e parecia estar se complicando no combate. Derrubado diversas vezes pelo americano Chad Mendes, o irlandês não esboçava reação e após perder o primeiro round, parecia que perderia o segundo também. Até que faltando menos de 20 segundos para o final do segundo assalto, ele levantou e acertou seguidos golpes no rosto do adversário, que sentiu a falta de ritmo de luta e não resistiu. O árbitro Herb Dean paralisou o confronto com 4 minutos e 57 segundos do segundo assalto, decretando a vitória do irlandês, por nocaute técnico.

Com a vitória, Conor McGregor se manteve invicto no UFC. Até aqui, o falastrão conseguiu seis vitórias em seis lutas pela organização. Em seu cartel, o irlandês de 26 anos soma 18 vitórias em 20 duelos. Por sua vez, o americano Chad Mendes, de 30 anos, perdeu pela terceira vez em 20 lutas. Antes de McGregor, o único lutador que havia derrotado Chad havia sido o brasileiro José Aldo, que superou o americano duas vezes.

Após a vitória e a conquista do cinturão interino, o irlandês, como de costume, aproveitou para cutucar o brasileiro José Aldo, seu desafeto.
– José Aldo não cumpriu o seu dever. Eu já lutei várias vezes lesionado e não tive problemas. Eu me preparei para este camp todo essencialmente na fisioterapia. Eu tinha muita coisa pior do que um edema na costela e mesmo assim eu vim para a luta. – alfinetou Conor McGregor.

Após a luta, o chefão do UFC, Dana White, confirmou que o esperado duelo entre Conor McGregor e José Aldo, pela unificação do cinturão acontecerá em Las Vegas, provavelmente no dia 2 de janeiro de 2016.

Pelo Co-Main event do UFC 189, em outra disputa por cinturão, o americano Robbie Lawler levou a melhor sobre o canadense Rory MacDonald e venceu por nocaute técnico no quinto round, na melhor luta da noite. Abrindo o card principal, o brasileiro Thomas Almeida venceu Brad Pickett com uma espetacular joelhada voadora, mantendo a sua invencibilidade na carreira.

McGregor suporta pressão inicial e nocauteia Mendes em Las Vegas
Votar