Especulado como o possível próximo adversário do campeão José Aldo, o polêmico irlandês Conor McGregor falou recentemente sobre sua experiência no UFC Rio 5, onde foi convidado pelo UFC a vir ao Brasil acompanhar o evento. McGregor falou sobre a interação com os fãs, os insultos que recebeu e elogiou o povo brasileiro, apesar de brincar dizendo que queria “mata-los”.
– Foi muito legal a minha experiência no Rio de Janeiro. Senti a paixão, os brasileiros realmente adoram esse esporte. Senti que eles queriam me matar, assim como eu queria matá-los. Muitas pessoas me acham desrespeitoso, mas eu não tive a intenção de desrespeitar ninguém. Os fãs brasileiros tratam os seus lutadores como os irlandeses tratam os seus. Paixão é paixão. – declarou o falastrão.
Na ocasião, o irlandês foi muito vaiado e xingado pelos brasileiros presentes durante a pesagem do confronto entre José Aldo e Chad Mendes. Ao falar sobre o brasileiro, McGregor provocou e questionou o alcance do campeão.
– O José Aldo é muito pequeno e magro. O alcance dele é muito curto, ele tem o mesmo biótipo do Diego Brandão, ele não vai me acertar. – garantiu o irlandês.
Enquanto McGregor faz lobby por uma luta contra José Aldo, outro que está interessado em nova chance contra o campeão é o experiente Frankie Edgar. Embalado por três vitórias consecutivas – a última delas contra Cub Swanson – o americano garante que tem mais currículo e é mais merecedor da revanche do que McGregor. Os dois chegaram a bater boca pelo Twitter.
O UFC busca uma solução para este problema e esta solução pode ser uma luta entre Edgar e McGregor, aonde o vencedor deste combate enfrentaria José Aldo pela disputa do cinturão. Antes disso porém, a cúpula da organização prefere aguardar o resultado da luta entre Conor McGregor e Dennis Silver, que acontece no dia 18 de janeiro de 2015, no TD Garden em Boston.

thumb6

Conor McGregor foi muito vaiado em evento realizado no Maracanãzinho.

Mesmo após vaias, McGregor elogia fãs brasileiros e relembra visita ao Rio de Janeiro
Votar