Especulado como o possível próximo adversário do campeão José Aldo, o polêmico irlandês Conor McGregor falou recentemente sobre sua experiência no UFC Rio 5, onde foi convidado pelo UFC a vir ao Brasil acompanhar o evento. McGregor falou sobre a interação com os fãs, os insultos que recebeu e elogiou o povo brasileiro, apesar de brincar dizendo que queria “mata-los”.
– Foi muito legal a minha experiência no Rio de Janeiro. Senti a paixão, os brasileiros realmente adoram esse esporte. Senti que eles queriam me matar, assim como eu queria matá-los. Muitas pessoas me acham desrespeitoso, mas eu não tive a intenção de desrespeitar ninguém. Os fãs brasileiros tratam os seus lutadores como os irlandeses tratam os seus. Paixão é paixão. – declarou o falastrão.
Na ocasião, o irlandês foi muito vaiado e xingado pelos brasileiros presentes durante a pesagem do confronto entre José Aldo e Chad Mendes. Ao falar sobre o brasileiro, McGregor provocou e questionou o alcance do campeão.
– O José Aldo é muito pequeno e magro. O alcance dele é muito curto, ele tem o mesmo biótipo do Diego Brandão, ele não vai me acertar. – garantiu o irlandês.
Enquanto McGregor faz lobby por uma luta contra José Aldo, outro que está interessado em nova chance contra o campeão é o experiente Frankie Edgar. Embalado por três vitórias consecutivas – a última delas contra Cub Swanson – o americano garante que tem mais currículo e é mais merecedor da revanche do que McGregor. Os dois chegaram a bater boca pelo Twitter.
O UFC busca uma solução para este problema e esta solução pode ser uma luta entre Edgar e McGregor, aonde o vencedor deste combate enfrentaria José Aldo pela disputa do cinturão. Antes disso porém, a cúpula da organização prefere aguardar o resultado da luta entre Conor McGregor e Dennis Silver, que acontece no dia 18 de janeiro de 2015, no TD Garden em Boston.

thumb6

Conor McGregor foi muito vaiado em evento realizado no Maracanãzinho.

Votar