Stipe Miocic manteve o mais nobre cinturão do UFC. No duelo de gigantes com Junior Cigano, o americano não deu chances ao brasileiro e com um nocaute arrasador ainda no primeiro round do duelo, reteve o cinturão dos pesos pesados do Ultimate. A vitória serviu também como uma vingança para Miocic, que havia sido superado por Cigano, no final de 2014. Curiosamente, esta é ainda a última derrota do americano no UFC. Desde então, o atual campeão dos pesados vem de uma excelente sequência de cinco vitórias seguidas. Já Cigano, vive momento de estabilidade, tendo perdido quatro de suas últimas sete lutas.

Para superar Cigano, Miocic nem precisou se esforçar muito. O nocaute veio logo no segundo minuto da luta. Apático, o brasileiro acertou apenas um bom chute baixo no começo da luta. Foi só. Daí em diante, Miocic cresceu e combinou bons golpes no rosto do brasileiro, que sentiu e cansou. Um cruzado de direita bem aplicado derrubou Cigano. No chão, Miocic ainda desferiu fortes pancadas no brasileiro, que estava entregue. O árbitro Herb Dean não demorou muito para intervir e encerrar a luta.

Sabia que a luta seria assim. Ele acertou alguns chutes, mas este era o meu plano e aqui estamos. Ainda sou o campeão. Os chutes machucaram muito, mas estou tranquilo. Acertei alguns golpes, insisti e acertei mais. Consegui. O Cigano é muito duro, mas eu não queria fazer mais estrago do que precisava. Ele é um cara legal e faria o mesmo comigo. – disse o campeão dos pesados, na entrevista coletiva pós-luta, em Dallas, no Texas.

Foto: Miocic atropelou Cigano em Dallas.

Miocic arrasa Cigano e mantém o cinturão dos pesados
Votar