O nome é complicado, mas pode ir se acostumando com ele. O grandalhão Volkan Oezdemir surpreendeu ao público presente em Anaheim, na Califórnia. Na luta que abriu o Card Principal do UFC 214, o suíço venceu o sempre perigoso Jimi Manuwa. Não só venceu. Oezdemir atropelou o americano, com um implacável nocaute, com apenas 42 segundos de luta.

Esta é a terceira vitória de Oezdemir desde que ele se juntou ao UFC, no início deste ano. O grandalhão suíço ostenta um invejável cartel de 15 vitórias e apenas uma derrota. Antes de superar Manuwa, Oezdemir já havia passado por Misha Cirkunov, também com um nocaute relâmpago e por Ovince Saint-Preux, na decisão dos jurados.

Empolgado com sua grande fase, Volkan Oezdemir já planeja voos mais altos na categoria dos meio-pesados e declarou que gostaria de enfrentar o campeão Jon Jones.

Não sei o que está acontecendo. Tenho dinamite em minhas mãos. Eu quero o vencedor de hoje a noite. – disse o suíço, se referindo ao duelo entre Jones e Cormier, que terminou com a vitória de Jones.

Barão perde mais uma no UFC

Em péssima fase no UFC, o ex-campeão dos galos, Renan Barão, perdeu mais uma vez. Escalado no Card Preliminar do UFC 214, na Califórnia, o brasileiro acabou sendo presa fácil para o jamaicano Aljamain Sterling, que venceu na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-27 e 30-26). Esta foi a quarta derrota de Renan Barão em suas últimas seis lutas. Já Sterling, por sua vez, emplacou duas vitória seguidas no UFC.

Foto: Oezdemir com um implacável nocaute.

Oezdemir atropela Manuwa em 42 segundos
Votar