Jacob Christopher Ortiz, ou mais conhecido como Tito Ortiz é um ex-lutador de artes marciais mistas e foi o lutador que mais confrontos no UFC acumulou na sua carreira profissional. Vamos conhecer um pouco da vida dele e da sua importância nas lutas.

Nasceu na cidade de Huntington Beach, na Califórnia, em 23 de janeiro de 1975, e quando tinha cinco anos de idade, mudou-se para Santa Ana, também na Califórnia. Tem uma descendência interessante, já que o seu pai é mexicano e a sua mãe havaiana. O Tito Ortiz foi o menor de cinco irmãos, e viveram em um ambiente familiar pouco favorável, tornando a sua infância complicada, já que ambos os pais eram viciados em heroína. O que também foi traspassado para ele que chegou a cair no mesmo problema, experimentando drogas.

Desde muito pequeno, com aproximadamente sete anos, Tito já tinha que trabalhar para se manter, pelo que pescava e depois vendia o peixe. Já quando chegou aos 13 anos de idade, os seus pais se divorciaram e ele voltou para Huntington Beach. E aí a sua vida começou a ter um rumo diferente. Ele entrou na Huntington Beach High School e, aos poucos, foi entrando no mundo dos esportes, praticando wrestling. Só que, quando completou 18 anos de idade, a sua mãe o colocou para fora da casa. Com isso, ele foi morar junto com um irmão dele, mas a sua vida, de novo, entrou em uma etapa difícil, caindo nas drogas, mas desta vez ficando viciado em metanfetamina.

Mas nada é coincidência e, aos 19 anos, ele se reencontrou com um antigo treinador de wrestling que fez com que ele acabasse se matriculando na faculdade, iniciando-se na Golden West College, onde foi campeão estadual do NJCAA por duas vezes, para depois se transferir para a Califórnia State University, Bakersfield.

Depois de passar por vários momentos complicados e de muitas lutas pessoais, Ortiz entrou no UFC, em 1997. Em seus inícios, fez várias lutas, mesmo sem recompensa econômica nem premiações. Já no UFC, Ortiz lutou contra grandes personagens do MMA, como Lyoto Machida, Shamrock, Randy Couture, Evan Tanner e Vladimir Matyushenko, entre muitos outros.

No ano de 2008, após uma luta contra Machida, Ortiz ficou muito frustrado com a decisão do jurado a respeito do resultado do confronto. Ficando chateado com o presidente do UFC Dana White, decidindo se afastar das lutas.

Mas, um ano depois, deixando de lado as confusões geradas, ele voltou a lutar no UFC, começando os treinamentos com o seu antigo instrutor de Jiu-Jitsu Brasileiro e Judô, Cleber Luciano.

Depois disso, tudo voltou à normalidade, fazendo as suas lutas habituais, concorrendo com grandes nomes do MMA e tendo as apresentações normais em público. Adicionando mais participações no UFC na sua listagem. Porém, alguns anos depois, especificamente em 2013, o Tito enfrentou o Quinton Jackson no Bellator 106, tendo que se retirar do combate, por ter sofrido uma grave lesão no pescoço. Depois da sua recuperação, no ano de 2014, ele participou de mais uma luta, para depois sim passar a se aposentar.

Entre os seus logros, destacam-se:

  • Entrar no UFC Hall of Fame
  • Ganhar o Cinturão Meio-Pesado do UFC
  • Defender o Cinturão Meio Pesado do UFC, por cinco vezes.
  • Terminar vice-campeão do meio-pesado no UFC 13
  • Prêmio Nocaute da Noite
  • Prêmio Finalização da Noite
  • Prêmio Luta da Noite, por quatro vezes.
  • Terceiro lutador com mais vitórias em meio-pesados (15 vitórias)

  • Quem foi Tito Ortiz?
    Votar