Yoel Romero roubou a cena no UFC 205. O cubano foi o dono do nocaute mais impressionante da noite, ao acertar uma joelhada voadora no ex-campeão dos médios, Chris Weidman, no terceiro round da luta. A vitória credencia ainda mais o cubano-americano por uma chance em desafiar Michael Bisping pelo cinturão da categoria. Romero surge como o favorito em uma categoria que conta ainda com nomes de peso como Ronaldo Jacaré, Luke Rockhold e o próprio Chris Weidman.

Superior durante os dois primeiros rounds, o cubano – que vive grande fase – precisou de apenas 25 segundos no terceiro round para mostrar o quão letal pode ser. Quando achou uma brecha, ele acertou uma sensacional joelhada voadora, que acertou em cheio na têmpora de Weidman, que logo foi ao chão. Com Weidman caído, Romero ainda conectou alguns golpes antes de ser interrompido por Mario Yamasaki, vencendo por TKO.

Com mais esta vitória, Romero chega agora a 13 triunfos e apenas uma derrota como profissional de MMA. No UFC desde 2013, o cubano venceu todas as oito lutas que disputou na organização. Já Chris Weidman, que chegou a ser o detentor do cinturão dos médios, segue em baixa, perdendo pela segunda vez consecutiva.

Logo após vencer Weidman, Romero agiu rápido para pedir um duelo com Michael Bisping, atual detentor do cinturão do peso médio do UFC.

Romero provoca Bisping, o campeão dos médios

O fulminante nocaute de Yoel Romero em cima do ex-campeão dos médios Chris Weidman, credenciou o cubano como o desafiante número um para tentar conquistar o cinturão da categoria. O título hoje pertence ao veterano inglês Michael Bisping, mas Romero garante que o experiente lutador não é páreo para ele.

Bisping acompanhou o UFC 205 de dentro do Madison Square Garden, na plateia. Logo após nocautear Weidman com uma certeira joelhada voadora, Romero tratou de provocar o campeão, que respondeu mostrando o dedo médio para o desafiante.

– Eu já estou dentro da cabeça dele. Ele está com medo de mim. Depois do que aconteceu comigo e a USADA, ele me chamou de trapaceiro, de mentiroso. Acho que ele esqueceu, que quando eu estava na Alemanha, e ele estava treinando com o Rampage Jackson, ele pediu ajuda ao “mentiroso” aqui para ajudá-lo com o Wrestling. Quando o animal morde a mão de quem o alimenta, algo tem que acontecer. – disparou Yoel Romero, que nocauteou Chris Weidman no início do terceiro round, em Nova York.

O cubano continuou e garante que ficou muito sentido com os comentários de Bisping quando foi pego no exame antidoping.

Me chateia muito tudo o que ele falou sobre mim. Você precisa respeitar os seus adversários e companheiros de treino. Ele não tem respeito algum. Podemos nos destruir dentro do octógono mas temos que nos respeitar fora dele. Ele está pedindo a luta no UFC 206 e eu estou pronto. É apenas mais uma luta para mim. – completou Yoel Romero.

Foto: Com joelhada na têmpora, Romero nocauteou Weidman. (Esther Lin)

Romero nocauteia Weidman com joelhada espetacular
Votar