A segunda derrota consecutiva de Ronda Rousey no UFC deixou o futuro da carreira da melhor lutadora da história do MMA em aberto. Muitos especulam que esta pode ter sido a última vez que vimos a ex-campeã dos pesos galos no octógono.

Durante muito tempo invicta no MMA, Ronda impressionou o mundo com finalizações e nocautes relâmpagos, mas a sua vida virou de cabeça para baixo no final de 2015 quando foi surpreendida por Holly Holm e acabou perdendo o seu cinturão. Desde então, a americano tirou um ano sabático e sumiu dos holofotes até voltar ao octógono em dezembro de 2016. Diante de Amanda Nunes, Ronda mirava retomar o seu cinturão, mas ao invés disso, foi atropelada pela brasileira, que com extrema facilidade, destruiu Ronda Rousey em apenas 48 segundos de luta.

Depois da segunda derrota seguida da ex-campeã, muitos lutadores opinaram sobre qual deve ser o futuro de Ronda no MMA. Até a mãe de Ronda entrou na onda, suplicando para que a filha se aposente do MMA.

– Acho que ela está triste e decepcionada, como qualquer um estaria. Ela está pensando sobre o seu futuro. Tomar decisões no momento, não é a melhor ideia. Eu gostaria que ela se aposentasse. Ela tem muito talento para outras coisas. Ela é inteligente. Deixe os burros serem socados na cara. – declarou a mãe de Ronda Rousey, ao canal americano TMZ.
Outra que crê na aposentadoria de Ronda Rousey do MMA é a própria Amanda Nunes, algoz da americana.

– Ela é uma lenda do esporte. Já é milionária, não precisa mais ficar fazendo isso. Tenho certeza que ela vai se aposentar. Ela não aguenta mais. Ela sabe que jamais vai tomar o cinturão de mim. – disse a campeã do peso galo feminino do UFC.

Na contramão de Amanda, Jon Jones, ex-campeão dos meio-pesados e amigo pessoal de Ronda Rousey, pediu para que a amiga não se aposente e tente voltar a conquistar o cinturão.

– Ronda precisa levantar e tentar de novo. É importante que ela mostre aos fãs que tem coragem. O que ela fizer depois é que definirá o seu legado. Realmente acho que ela deve continuar. A história dela não termina aqui. Tem muitos traseiros a serem chutados e muito dinheiro a se ganhar. – declarou Jon Jones.

Dana relata decepção de Ronda e exalta atuação de Dillashaw

Na coletiva de imprensa pós-UFC 207, em Las Vegas, no último dia 30 de dezembro, Dana White, chefão do UFC, parecia muito satisfeito com o evento que fechou o calendário 2016 do UFC. Dentre as maiores lutas da noite, tivemos o esperado duelo entre Ronda Rousey e Amanda Nunes e a surpreendente vitória de Cody Garbrandt sobre Dominick Cruz. Dana falou um pouco sobre os dois eventos principais da noite e deu pitacos sobre o futuro de Ronda no UFC.

– A maior surpresa de hoje foi a Ronda Rousey ser nocauteada em 48 segundos. Isso foi insano. Eu saí da arena e as pessoas estavam chocadas, algumas chorando. Ronda é muito competitiva, mas está devastada com a derrota. Independente dela voltar ou não, ela é uma vencedora. Mudou o esporte. Não sei se ela vai se aposentar. Ela precisa ir para casa e descansar. Vamos ver o que acontece. – deixou no ar o chefão do UFC.

Dana falou também sobre o Co-Main Event da noite. Esta luta nos proporcionou outra zebra, com Cody Garbrandt desbancando o campeão Dominick Cruz e conquistando o cinturão dos galos.

– O Dillashaw foi muito bem hoje. O Lineker é muito duro e estava sendo levado para o chão a luta inteira. O Dillashaw fez a luta parecer fácil contra um adversário muito bom. Lineker é assustador e pode te nocautear a qualquer momento. Dillashaw é sim, provavelmente o próximo da fila (para disputar o cinturão). –
garantiu Dana White.

Foto: Ex-campeão Jon Jones publicou polêmica foto com Ronda Rousey em seu Facebook.

Ronda Rousey irá se aposentar?
Votar