Apontado por muitos como o grande favorito para o evento principal da madrugada deste sábado em Uberlândia, Mauricio Shogun Rua sofreu a maior derrota de sua carreira, ao ser nocauteado com apenas 34 segundos de luta pelo americano Ovince St. Preux. Mal deu tempo de os dois lutadores se familiarizarem com a luta e ela já havia terminado. Após alguns chutes baixos de St. Preux, Shogun partiu para cima do americano, mas acabou levando um cruzado de esquerda certeiro. O brasileiro caiu e St. Preux aproveitou para terminar a luta com uma sequência de socos no rosto do curitibano, que não conseguia mais se defender. O árbitro Mario Yamasaki interrompeu a luta com apenas 34 segundos do primeiro round, decretando a vitória do americano por nocaute técnico (TKO).
A nova derrota de Shogun confirma a péssima fase do curitibano nos octógonos, ele agora soma seis derrotas nas últimas nove lutas pelo UFC. Enquanto isso, St. Preux conquistou sua quinta vitória pelo UFC – ele vinha de revés diante de Ryan Bader.
Na coletiva de imprensa pós-luta, um abatido Shogun comentou sobre a luta e não escondeu sua evidente decepção com o resultado.
– Perder sempre é ruim. Vou agora conversar com a minha equipe e pensar no meu futuro. Mas a derrota é sempre uma m…. – desabafou Shogun.
Por outro lado, Ovince St. Preux já pensa em seu próximo oponente e inclusive já lançou um desafio para o brasileiro Fábio Maldonado.
– Tem algumas pessoas na fila, Fábio Maldonado, Anthony Perosh… Gostaria de lutar contra um desses. – declarou o americano após a vitória.
O Caipira de Aço não demorou a responder o desafio de Ovince que pelo Twitter se mostrou surpreso, mas disposto a encarar este desafio.
– Nunca corri de um desafio. Pensei que você fosse pedir alguém mais bem ranqueado do que eu, mas o desafio está aceito. – garantiu Maldonado.
Mesmo com a derrota de Shogun, o Brasil foi dominante no evento. Das dez lutas do UFC Uberlândia, os brasileiros se saíram vitoriosos em oito, contra apenas duas vitórias de americanos. No Co-Main Event da noite, o mineiro Warrley Alves – vencedor do TUF Brasil 3 – derrotou Alan Joubal por decisão unânime dos jurados (Triplo 29-28). Outra luta de destaque foi a do Card Preliminar, entre Thomas Almeida e Tim Gorman. Thominhas foi declarado o vencedor por decisão unânime dos jurados em uma luta que ganhou o prêmio de luta da noite.
Com a derrota, Shogun segue agora para um novo desafio em sua carreira. Conforme foi anunciado por Dana White na última semana, o curitibano será ao lado de Anderson Silva um dos treinadores do TUF Brasil 4, que acontecerá no primeiro semestre de 2015. Ao contrário das edições anteriores, desta vez os dois treinadores não se enfrentarão ao final do programa, apenas farão parte do mesmo card.

05

Shogun é nocauteado por St. Preux (Foto: Jason Silva/Canal Combate)

Shogun decepciona e sofre nocaute com apenas 34 segundos de luta
Votar