Thominhas Almeida mostrou para o mundo que a derrota para Coby Gardbrandt, em maio deste ano, foi apenas um acidente de percurso. Plenamente recuperado, o brasileiro deu show no Ginásio de Ibirapuera, em São Paulo e nocauteou o americano Albert Morales, no segundo round. Com isso, o jovem de 25 anos chegou a 21 vitórias em 22 lutas como profissional de MMA, se credenciando para ter um adversário top 10 na categoria dos galos. Já Morales, que vinha de empate com Alejandro Pérez, sofreu a primeira derrota da carreira.

Paulistano, Thominhas Almeida comemorou muito a vitória em sua cidade natal e foi ovacionado de pé pelo público presente no Ginásio do Ibirapuera.

– É muito bom lutar em São Paulo. É um público maravilhoso. O Albert é muito duro, tem uma mão muito pesada. Mas eu estava preparado fisicamente e mentalmente para essa luta. Não sou muito de desafiar outros lutadores, gostaria apenas de enfrentar um top 10 e depois um top 5 para me credenciar a disputar o cinturão. – disse o brasileiro, ainda dentro do octógono.

Serginho Moraes vence por decisão dividida e corneta jurados

Outro paulistano que venceu no final de semana foi Serginho Moraes. O experiente brasileiro enfrentou o americano Zak Ottow e sagrou-se vitorioso na decisão dividida dos jurados. (28-29, 30-27 e 30-27). Apesar da vitória, Serginho mostrou-se irritado com a decisão dos jurados, uma vez que achou que venceu a luta de maneira tranquila.

Não tem bobo aqui. Foi uma grande luta. Eu não sei o que esses árbitros laterais enxergam. Eu prometo que nunca mais vou deixar a decisão para os juízes. Tenho que treinar mais o meu jiu-jitsu. – disse Serginho, ainda no octógono.

Foto: Thominhas Almeida impressionou no Ginásio do Ibirapuera.

Thominhas Almeida nocauteia Morales
Votar