O clima ficou quente nas gravações do TUF Brasil 3 durante a semana. Wanderlei e Sonnen discutiram e brigaram e o auxiliar do brasileiro, Dida, acabou sendo expulso do programa por Dana White. Wanderlei Silva e Chael Sonnen já haviam se estranhado algumas vezes durante o programa e no último episódio chegaram as vias de fato. Durante a briga, com ambos atletas no chão, o assistente do brasileiro, André Dida, chegou por trás e desferiu socos contra a cabeça de Sonnen. Ao saber da briga, o presidente da organização, Dana White, ficou muito irritado deu uma sonora bronca nos dois treinadores e ainda expulsou Dida do programa, chamando o brasileiro de “covarde”.

“Eu gostaria de começar falando com o Dida. Eu gostaria que você deixasse o show. Você tem que sair. O que você fez foi uma desgraça. Bater em Chael enquanto ele estava no chão com o Wanderlei… Isso não corresponde ao que é este esporte, e você tem que deixar o show. Você deveria ser preso, para ser honesto”. – esbravejou o chefão.
Durante a teleconferência de Dana com os integrantes do TUF, Dana já começou expulsando Dida e consequentemente deu uma bronca em Sonnen e Wand. O chefão inclusive ameaçou tomar decisões mais graves com os brigões caso eles voltem a se estranhar.

Briga entre Wand e Sonnen deixou Dana White furioso

” Sobre vocês (Wanderlei Silva e Chael Sonnen), eu sei que um não gosta do outro. É divertido, legal… Mas temos viajado o mundo por anos tentando regulamentar este esporte. Se vocês querem lutar de graça, eu vou adorar não ter de pagar vocês. Seria ótimo! Vocês são atletas profissionais, nós pagamos muito dinheiro para vocês competirem e assim decidir quem é o melhor. Vocês estão em um programa comandando jovens lutadores, e o que eles vão fazer depois de ver isso? Façam-me um favor: mostrem um pouco de respeito pelo esporte, mostrem um pouco de respeito por vocês mesmos e vamos manter as coisas no lugar até o fim da temporada.” – finalizou Dana.

Durante o episódio, aconteceu também mais uma luta entre os integrantes. Márcio Lyoto, do time de Sonnen, enfrentou Paulo Borrachinha, do time de Wanderlei, e venceu por decisão dividida dos juízes. Foi a primeira vitória do Time Verde na competição, diminuindo a liderança do Time Amarelo para 3 a 1. Na próxima luta da casa, Wanderlei Silva voltará a ter o direito de escolher quem luta.

Wand e Sonnen brigam em gravação e Dana expulsa Dida do programa
Votar