Após três derrotas seguidas, Chris Weidman enfim voltou a vencer no UFC. O ex-campeão dos pesos-médios venceu o compatriota Kelvin Gastelum com uma finalização no terceiro round da luta principal de mais uma edição do UFC realizado em Nova York. Weidman surpreendeu ao mostrar muita categoria no jiu-jitsu, encaixando um katagatame no final do terceiro round, forçando Gastelum a bater.

Chris Weidman, que ganhou notriedade ao se tornar o primeiro lutador a vencer Anderson Silva no UFC, amargava uma péssima fase e não comemorava uma vitória desde maio de 2015, quando venceu Vitor Belfort. Desde então, o americano amargou derrotas para Luke Rockhold, Yoel Romero e Gegard Mousasi. Esta foi a 14ª vitória de Weidman em 17 lutas como profissional. Já Kelvin Gastelum, por sua vez, perdeu pela 3ª vez em 17 lutas.

– Primeiro quero agradecer a Deus. Podem acreditar que eu estou de volta. Quero agradecer a minha esposa, minha família, meus treinadores e meu companheiro Stephen Thompson. Agora eu tenho um aviso para este inglês maluco que está com o título: eu estou de volta. Pare de se esconder! Gastelum é muito perigoso e corta bem os ângulos. Continuem duvidando de mim, sei que muita gente duvida da minha capacidade. Podem continuar duvidando. – disparou um confiante Chris Weidman, após derrotar Kelvin Gastelum em Nova York.

Foto: Chris Weidman comemora vitória sobre Kelvin Gastelum em Nova York.

Weidman espanta má fase com finalização sobre Gastelum
Votar