O dia não aconteceu como Fabrício Werdum imaginava. Escalado para enfrentar Derrick Lewis, o brasileiro foi informado menos de três horas antes da luta de que o adversário estava fora do combate. Sendo assim, Werdum aceitou de última hora enfrentar Walt Harris, que enfrentaria Mark Godbeer no card preliminar do UFC 216. O “Vai Cavalo” mostrou personalidade, aceitou o desafio e de quebra, ainda finalizou o adversário com apenas 65 segundos de luta. Werdum mostrou personalidade a já tem sonhos mais altos: reconquistar o cinturão dos pesados.

Eu estou muito feliz por ter encontrado um adversário. Eu aceitei a luta em cima da hora porque essa é a minha vida. Isso é o que eu amo fazer. A luta com Overeem ficou no passado. O futuro agora é o Stipe Miocic. Eu ainda estou aqui e quero o meu cinturão de volta. – disse Werdum, após a impressionante performance em Las Vegas.

Segundo colocado do ranking dos pesados, Werdum enfrentou Harris, que não consta nem no top 15. Mesmo sem ter estudado o adversário, o brasileiro não demorou a achar o seu ritmo e logo derrubou o adversário e encaixou uma bela chave de braço em Harris, que bateu em desistência. O brasileiro venceu em apenas 65 segundos.

Werdum vinha de uma polêmica derrota para Overeem, na decisão dividida dos jurados, em julho deste ano. Aos 40 anos de idade, o Vai Cavalo conta agora com um cartel de 22 vitórias, um empate e sete derrotas. Já Walt Harris, perdeu pela sexta vez em 16 lutas.

Acompanhe as lutas de perto e receba seu bônus de 100%!

Votar