Pelo Co-Main Event do UFC 205, realizado em Nova York, Tyron Woodley e Stephen Thompson realizaram um dos confrontos mais equilibrados da noite. Valendo o cinturão dos meio-médios, o duelo entre os dois americanos teve cinco rounds muito parelhos. Tanto é, que nem os juízes conseguiram encontrar um vencedor. Ao final da luta, foi declarado um empate majoritário. Sendo assim, Tyron Woodley manteve o cinturão dos meio-médios, mas uma revanche entre eles deve acontecer em breve.

O duelo foi tão equilibrado, que até Bruce Buffer se enrolou na hora de divulgar o resultado oficial. O lendário americano, conhecido como “a voz do UFC” chegou a decretar Tyron Woodley como o vencedor da luta, em decisão dividida. Quando o campeão já comemorava, Bruce logo interviu para se corrigir, dizendo que a luta havia acabado em empate majoritária. Ainda assim, o cinturão ficou com Woodley.

Com o empate, Woodley agora conta com 16 vitórias, três derrotas e um empate no cartel. Já Thompson, tem 13 vitórias, uma derrota e um empate. Chefão do UFC, Dana White confirmou na coletiva de imprensa pós-luta, que a tendência é que haja uma revanche entre os dois, tendo em vista que a luta terminou em empate.

Esta notícia não deve ser muito bem digerida por Demian Maia, que em grande fase, esperava enfrentar o vencedor do duelo do último sábado. Ao que parece, o brasileiro precisará esperar mais um pouco para receber a tão sonhada chance de disputar o cinturão.

Thompson pede revanche com Woodley

Stephen Thompson deixou o octógono após lutar no UFC 205, em Nova York, com uma sensação estranha. Mesmo sem ter sido derrotado, o desafiante viu seu oponente, Tyron Woodley, reter o cinturão da categoria dos meio-médios. Isso porque o campeão foi beneficiado pelo resultado do empate majoritária, que permitiu a ele continuar como campeão da divisão. Por conta disso, Stephen Thompson acha que o justo seria uma revanche entre eles.

– Foi um empate. Acho que deveríamos fazer mais uma luta para saber quem será o vencedor. Foi um empate e temos que mudar isso. Quero enfrentá-lo de novo. Ele não ganhou e espero que possamos fazer isso de novo para decidir. – disse o desafiante, na entrevista coletiva depois do histórico evento.

Thompson falou também sobre um momento crucial da luta. Já no quarto round, Woodley encaixou uma guilhotina no desafiante, que por muito pouco não bateu.

No quarto round, quando ele encaixou a guilhotina, eu pensei comigo mesmo que eu não iria bater de jeito nenhum. No começo estava muito justa, mas depois eu consegui me concentrar e tirar a posição. Senti o braço dele soltando. – completou Stephen Thompson.

O duelo entre Tyron Woodley e Stephen Thompson foi apenas um de três duelos valendo cinturões que aconteceram no UFC 205, que aconteceu no icônico Madison Square Garden, em Nova York.

Após se estranhar com Conor, Tyron Woodley provoca o irlandês

Talvez a grande surpresa nos bastidores do UFC 205 tenha ficado por conta da relação entre Tyron Woodley e Conor McGregor. Ainda na pesagem, na véspera do evento, os dois se estranharam e chegaram a trocar xingamentos. A relação aparentemente conturbada entre os dois levou até alguns fãs a cogitarem que Conor tente conquistar um terceiro cinturão, subindo aos meio-médios para enfrentar, justamente, Tyron Woodley, atual campeão da divisão.

– Se o McGregor quiser lutar, nós podemos assinar agora. Eu estou muito bem, mas não sei se é uma boa ideia para ele lutar comigo. Muitos de vocês acham que eu não venci o Stephen Thompson hoje e muita gente estava contra mim nessa luta. Então eu vou falar com a minha equipe e vou ver quem será o próximo desafiante. Eu não sei se o Sr. McGregor quer tentar um terceiro cinturão, ele vem falando nas minhas costas então vamos ver o que acontece. – disse Woodley, na coletiva de imprensa pós-UFC 205.

Tyron Woodley foi além e chegou até a ironizar um possível duelo com McGregor, dizendo que não luta no peso-pena desde o ensino médio e garantindo que vencer o irlandês seria apenas sua “obrigação”.

Vou ser sincero. Conor é um cara que lutou a vida inteiro na categoria até 66kg. Eu não luto nesta categoria desde o começo do ensino médio. Eu tenho certeza que ele nunca recebeu golpes como o que eu daria nele. Não acho que ele entenda a pressão. É bom para a imprensa, mas não sei como seria. Se eu ganhar, todos irão dizer que fiz minha obrigação. Se eu perder, vocês já sabem o que vai acontecer aqui. – completou o campeão dos meio-médios, ironizando o irlandês.

Foto: Com empate majoritário, Woodley manteve o cinturão diante de Thompson

Woodley empata e mantém o cinturão dos meio-médios
Votar