Este final de semana marca o retorno do “Zumbi Coreano” ao UFC. Chan Sung Jung, de 29 anos, teve uma espécie de hiato do MMA para prestar o serviço militar obrigatório na Coreia. Com um cartel de 13 vitórias e quatro derrotas como lutador profissional, Sung Jung não luta desde agosto de 2013, quando foi nocauteado por José Aldo, em luta que valia o título dos penas. Depois disso, se lesionou e depois passou dois anos servindo ao exército. Neste final de semana, ele enfim está de volta. O adversário do zumbi será Dennis Bermudez e os dois se enfrentam na luta principal do UFC Houston, que acontece neste sábado, na cidade texana.

Sempre planejei voltar. Eu nunca pensei em me aposentar. Tenho duas filhas, tenho que pensar na minha família. Estou feliz que mesmo após tanto tempo fora, tenham me colocado no Main Event contra um cara como Dennis Bermudez. Estou muito satisfeito com esse duelo. Sei que se vencer, vou precisar de mais algumas vitórias para disputar o título. Vamos ver como vai acontecer, mas seria o cenário ideal. – disse um confiante Sung Jung, em sua volta ao UFC.

Em entrevista ao site MMA Fighting, o Zumbi Coreano falou também sobre como foi a sua experiência durante os dois anos em que permaneceu no exército coreano.

Em função de todas as cirurgias que fiz por conta do MMA, eu acabei trabalhando dentro de um escritório do governo. Começava a trabalhar bem cedo para terminar a tempo de treinar todos os dias. Não treinei tão intensamente quanto fazia, mas pude focar em melhorar diferentes pontos. Acompanhei de perto o MMA durante o tempo em que fiquei de fora e sei que o UFC está se tornando um esporte maior e mais profissional. – completou o coreano.

Foto: Zumbi Coreano está de volta ao UFC.

“Zumbi Coreano” voltou do exército
Votar